Anatel

Agência Nacional de Telecomunicações - ANATEL

Sistema de Acompanhamento de Consulta Pública - SACP

Relatório de Contribuições Recebidas

 Data: 15/06/2021 00:55:05
 Total de Contribuições:2

CONSULTA PÚBLICA 625


 Item:  5.2.7.1.
Contribuição N°: 1
ID da Contribuição: 25127
Autor da Contribuição: Fernando Araújo Mühe
Data da Contribuição: 26/09/2005 16:11:30
Contribuição: Seguindo as práticas usuais da indústria, solicitamos que os métodos de medida da terceira coluna, para as freqüências acima de 3400 MHz, sejam todos alterados para Valor Médio .
Justificativa: De uma maneira geral, no estado de portadora ligada , as emissões indesejáveis estão relacionadas à freqüência e potência da transmissão. Desta forma, nos equipamentos que transmitem em half duty cycle , em formato de burst (não contínuo) e que também utilizam técnicas de espalhamento em freqüência, como por exemplo frequency hopping , as emissões indesejáveis também seguem os mesmos padrões. Assim sendo, o método de valor médio representa a melhor opção para a medida dos níveis de EIRP, e não o método de valor máximo conforme sugerido na consulta pública. A tabela foi criada tomando-se como base a norma ETSI 301 427, a qual é utilizada na Europa para certificação dos terminais móveis por satélite na faixa de 14 a 14,25 GHz, mais especificamente falando, dos terminais móveis por satélite do sistema OmniTRACS (ou OmniSAT, no Brasil), produzido pela Qualcomm, Inc. Este produto já foi certificado tanto na Europa (seguindo a norma citada acima) quanto nos Estados Unidos, utilizando métodos de valor médio. Adicionalmente, apenas como referência adicional, se observarmos na recomendação ITU-R SM 329-9 (Spurious Emissions), nas notas da Tabela 2 (página 10), o uso da variável P (mean power) é considerado como parâmetro principal na maioria das categorias de serviço, entre elas a mobile earth stations : P: mean power (W) at the antenna transmission line, in accordance with RR No. 1158. When burst transmission is used, the mean power P and the mean power of any spurious emission are measured using power averaging over the burst duration. Além do que foi descrito acima, vale ressaltar também que é prática comum da indústria que os métodos de medida para freqüências acima de 1000 MHz sejam por valor médio , e não por valor máximo. No item 5.3.5.1.1 da mesma consulta pública, inclusive, define que métodos de valor médio seja utilizados para a faixa de 14 a 14,5 GHz.
 Item:  5.4.6.1.2
5.4.6.1.2. Técnicas de medidas de valor máximo devem ser usadas nos ensaios destinados a comprovar a conformidade com os requisitos especificados na tabela 23.
Contribuição N°: 2
ID da Contribuição: 25128
Autor da Contribuição: Fernando Araújo Mühe
Data da Contribuição: 26/09/2005 16:11:30
Contribuição: Sugerimos alteração conforme a seguir: Técnicas de medidas de valor médio devem ser usadas nos ensaios destinados a comprovar a conformidade com os requisitos especificados na tabela 23
Justificativa: Se observarmos na recomendação ITU-R SM 329-9 (Spurious Emissions), nas notas da Tabela 2 (página 10), o uso da variável P (mean power) é considerado como parâmetro principal na maioria das categorias de serviço, entre elas a mobile earth stations : P: mean power (W) at the antenna transmission line, in accordance with RR No. 1158. When burst transmission is used, the mean power P and the mean power of any spurious emission are measured using power averaging over the burst duration. Além do que foi descrito acima, vale ressaltar também que é prática comum da indústria que os métodos de medida para freqüências acima de 1000 MHz sejam por valor médio , e não por valor máximo. No item 5.3.5.1.1 da mesma consulta pública, inclusive, define que métodos de valor médio seja utilizados para a faixa de 14 a 14,5 GHz.