Anatel

Agência Nacional de Telecomunicações - ANATEL

Sistema de Acompanhamento de Consulta Pública - SACP

Relatório de Contribuições Recebidas

 Data: 16/08/2022 10:29:33
 Total de Contribuições:21

CONSULTA PÚBLICA Nº 511


 Item:  1.
Contribuição N°: 1
ID da Contribuição: 17304
Autor da Contribuição: afossa
Data da Contribuição: 19/04/2004 22:22:59
Contribuição: 1. Objetivo Esta norma estabelece os requisitos mínimos a serem demonstrados na avaliação da conformidade de cabos coaxiais flexíveis com impedância de 75 ohms, para efeito de certificação e homologação junto à Agência Nacional de Telecomunicações.
Justificativa: não existe necessidade de citação do tipo de malha a ser utilizado na descrição do objetivo
 Item:  2.
2. Referências Para fins desta norma, são adotadas as seguintes referências:
Contribuição N°: 2
ID da Contribuição: 16793
Autor da Contribuição: AMPHENOL1
Data da Contribuição: 08/04/2004 16:59:58
Contribuição: incluir referencia a UL 1655:2001 Community-Antenna Television Cables
Justificativa: A mesma deve ser referenciada nos ensaios de chama específicos para cabos CATV já que a NBR 14705 atualmente citada no texto não é indicada para este tipo de cabo.
 Item:  2.I
I - NBR 6242: 1980 Verificação dimensional para fios e cabos elétricos Método de ensaio;
Contribuição N°: 3
ID da Contribuição: 17305
Autor da Contribuição: afossa
Data da Contribuição: 19/04/2004 22:22:59
Contribuição: I - NBR NM IEC 60811-1-1
Justificativa: a NBR 6242 foi cancelada e substituída pela norma acima citada
 Item:  2.VII
VII - NBR 14705:2001 Classificação de Cabos Internos para Telecomunicações quanto ao Comportamento Frente à Chama Especificação;
Contribuição N°: 4
ID da Contribuição: 16789
Autor da Contribuição: AMPHENOL1
Data da Contribuição: 08/04/2004 16:07:20
Contribuição: VII - UL 1685:2000 - Vertical-Tray Fire-Propagation and Smoke-Release Test for Electrical and Optical-Fiber Cables
Justificativa: A UL 1655:2001 - Community-Antenna Television Cables referencia a UL 1685 como a norma a ser seguida para os ensaios de chama em cabo CATV e esta não está contemplada na NBR 14705.
 Item:  2.XXI
XXI - SCTE 66 2003 Test Method for Coaxial Cable Impedance;
Contribuição N°: 5
ID da Contribuição: 16863
Autor da Contribuição: djna
Data da Contribuição: 12/04/2004 15:53:10
Contribuição: A norma correta é ANSI/SCTE 66 2003.
Justificativa: Correção do título.
 Item:  2.XXII
XXII - SCTE 03 2003 Test Method for Coaxial Cable Structural Return Loss;
Contribuição N°: 6
ID da Contribuição: 16864
Autor da Contribuição: djna
Data da Contribuição: 12/04/2004 15:53:10
Contribuição: A norma correta é ANSI/SCTE 03 1997.
Justificativa: Correção do título.
 Item:  2.XXIV
XXIV - SCTE IPS TP 009 Test Method for Coaxial Cable Attenuation;
Contribuição N°: 7
ID da Contribuição: 17306
Autor da Contribuição: afossa
Data da Contribuição: 19/04/2004 22:22:59
Contribuição: XXIV - SCTE IPS TP 009:1993 Test Method for Coaxial Cable Attenuation;
Justificativa: inclusão do ano da norma de referência
 Item:  3.I
I - Esta norma aplica-se aos cabos de coaxiais flexíveis 75 ohms com malha de fios de alumínio, com aplicação em redes externas e internas para transmissão de sinais de telecomunicações.
Contribuição N°: 8
ID da Contribuição: 17307
Autor da Contribuição: afossa
Data da Contribuição: 19/04/2004 22:22:59
Contribuição: I - Esta norma aplica-se aos cabos de coaxiais flexíveis 75 ohms para aplicação em redes externas e internas para transmissão de sinais de banda larda e outros sinais de telecomunicações.
Justificativa: determinar de forma clara a aplicação pretendida para o produto - referência da justificativa também se encontra no objetivo da NBR 14702.
 Item:  5.4.1.III
III - Blindagem quádrupla trata-se da blindagem tripla , sobre a qual é aplicada uma segunda malha constituída do mesmo material da primeira malha, trançada em torno da fita de tal forma que a cobertura da malha resulte em um valor mínimo de 53%, calculada conforme item 5.4.7 desta norma.
Contribuição N°: 9
ID da Contribuição: 16792
Autor da Contribuição: AMPHENOL1
Data da Contribuição: 08/04/2004 16:49:52
Contribuição: ...... valor mínimo de 32 %, calculada conforme item 5.4.7 desta norma.
Justificativa: A norma SCTE 74 2003 - Specification for Braided 75 Ohms Flexible RF Coaxial Drop Cable em seu item 4.3.2.2 especifica que a cobertura da trança externa dos cabos com blindagem quadrupla deve ser de no mínimo 32 %. 4.3.2.2 Braid coverage over the fouth outer conductor shall be a minimum of 32 percent.
 Item:  5.4.2
5.4.2 A fita polimérica aluminizada aplicada diretamente sobre o dielétrico deve possuir material adesivo em sua face interna sendo que a sua espessura sem o adesivo deve ser de 0,046 mm +/- 0,05 mm, e deve ser verificada através do método estabelecido na NBR 6242.
Contribuição N°: 10
ID da Contribuição: 16790
Autor da Contribuição: AMPHENOL1
Data da Contribuição: 08/04/2004 16:38:06
Contribuição: 0,046 mm +/- 0,005 mm
Justificativa: erro de digitação
Contribuição N°: 11
ID da Contribuição: 17190
Autor da Contribuição: malmeida
Data da Contribuição: 19/04/2004 17:39:37
Contribuição: Sugerimos substituir o texto acima pelo texto: A fita polimérica aluminizada aplicada diretamente sobre o dielétrico deve possuir material adesivo em sua face interna sendo que a sua espessura mínima deve ser de 0,050 mm, e deve ser verificada através do método estabelecido na NBR 6242.
Justificativa: Adequação do requisito as condições do mercado (Padrão dos Fornecedores). Esta alteração não interfere nos desempenho do cabo pois o mesmo continua atendendo aos requisitos dos ensaios eletricos e mecanicos da norma.
 Item:  5.4.3
5.4.3 A fita polimérica aluminizada aplicada sobre a malha não deve possuir nenhum tipo de adesivo, sua espessura deve ser de 0,046 mm +/- 0,05 mm, e deve ser verificada através do método estabelecido na NBR 6242.
Contribuição N°: 12
ID da Contribuição: 16791
Autor da Contribuição: AMPHENOL1
Data da Contribuição: 08/04/2004 16:41:17
Contribuição: 0,046 mm +/- 0,005 mm
Justificativa: erro de digitação
Contribuição N°: 13
ID da Contribuição: 17191
Autor da Contribuição: malmeida
Data da Contribuição: 19/04/2004 17:39:37
Contribuição: Sugerimos substituir o texto acima pelo texto: A fita polimérica aluminizada aplicada sobre a malha não deve possuir nenhum tipo de adesivo, sua espessura mínima deve ser de 0,037 mm, e deve ser verificada através do método estabelecido na NBR 6242.
Justificativa: Adequação do requisito as condições do mercado (Padrão dos Fornecedores). Esta alteração não interfere nos desempenho do cabo pois o mesmo continua atendendo aos requisitos dos ensaios eletricos e mecanicos da norma.
 Item:  5.4.7
5.4.7 O percentual de cobertura das malhas deve ser calculado pelas equações a seguir:
Contribuição N°: 14
ID da Contribuição: 17182
Autor da Contribuição: AMPHENOL1
Data da Contribuição: 19/04/2004 17:30:58
Contribuição: Substituir o texto atual pelo constante na NBR 6251 Anexo E
Justificativa: as equações são identicas porem a nomenclatura utilizada é mais adequada e é padrão
 Item:  5.5.5
5.5.5 O cabo coaxial para aplicação em redes internas deve possuir capa externa de material retardante à chama, sendo que sua classificação deve ser comprovada através do método de ensaio correspondente, conforme previsto na NBR 14705.
Contribuição N°: 15
ID da Contribuição: 16794
Autor da Contribuição: AMPHENOL1
Data da Contribuição: 08/04/2004 17:07:25
Contribuição: .... previsto na UL 1655.
Justificativa: os ensaios de chama previstos na NBR 14705 não são aplicaveis a esse tipo de produto sendo que a UL 1655 - Community Antenna Television Cables define condições de ensaio especificas constantes da UL 1685 - Vertical-Tray Fire-Propagation and Smoke-Release test for Electrical and Optical-Fiber Cables as quais não constam das opções existentes na NBR 14705.
 Item:  5.8.1
5.8.1 A impedância característica para os cabos coaxiais flexíveis deve ser de 75 W 3 W na faixa de freqüência de 5 MHz a 1000 MHz, e deve ser verificada conforme o método estabelecido na SCTE-66-2003.
Contribuição N°: 16
ID da Contribuição: 16795
Autor da Contribuição: AMPHENOL1
Data da Contribuição: 08/04/2004 17:11:39
Contribuição: corrigir a unidade de impedancia
Justificativa: a unidade de impedancia é Ohm e não Watt como consta do texto
Contribuição N°: 17
ID da Contribuição: 16865
Autor da Contribuição: djna
Data da Contribuição: 12/04/2004 16:26:51
Contribuição: A norma correta é ANSI/SCTE 66 2003. Corrigir 75 ohms +/- 3 ohms (eliminar W)
Justificativa: Correção do título.
Contribuição N°: 18
ID da Contribuição: 17308
Autor da Contribuição: afossa
Data da Contribuição: 19/04/2004 22:22:59
Contribuição: 5.8.1 A impedância característica para os cabos coaxiais flexíveis deve ser de 75 ohms 3 ohms na faixa de freqüência de 5 MHz a 1000 MHz, e deve ser verificada conforme o método estabelecido na SCTE-66-2003.
Justificativa: a unidade das medidas é ohms e não W
 Item:  5.9.1
5.9.1 A perda de retorno estrutural para os cabos coaxiais flexíveis deve ser de, no mínimo, 20 dB na faixa de freqüência de 5 MHz a 1000 MHz, e deve ser verificada conforme o método estabelecido na SCTE-03-2003.
Contribuição N°: 19
ID da Contribuição: 16866
Autor da Contribuição: djna
Data da Contribuição: 12/04/2004 15:53:10
Contribuição: ANSI/SCTE 03 1997
Justificativa: Correção do título.
 Item:  5.20.1
5.20.1 O ensaio de impacto deve ser realizado em câmara fria à temperatura de 20 C, conforme o método estabelecido na ANSI/SCTE 10 2001. Após o impacto o corpo de prova deve ser retirado da câmara fria e examinado, com visão normal ou corrigida, à temperatura ambiente. A capa externa e o dielétrico do cabo coaxial não deverão apresentar danos como trincas, rachaduras ou rasgamentos.
Contribuição N°: 20
ID da Contribuição: 16796
Autor da Contribuição: AMPHENOL1
Data da Contribuição: 08/04/2004 17:52:23
Contribuição: Alterar a temperatura de ensaio para -15 C.
Justificativa: Normas emitidas pela ABNT como a NBR NM-247-1 - Cabos Isolados com cloreto de polivinila (PVC) para tensões nominais até 450/750 V, inclusive - Parte 1: Requisitos Gerais (IEC 60227-1,MOD), válida para o MERCOSUL, define no item 8 da Tabela 2 - Resquisitos para ensaios não elétricos para cobertura de PVC a temperatura de ensaio em -15 C. O valor atualmente no texto é adequado para outra realidade climatica existente no pais de origem do texto base.
 Item:  6.2
6.2 Caso o conjunto de cabos para certificação inclua cabos com características opcionais ou especiais, deverão ser fornecidas amostras adicionais, suficientes para a realização dos ensaios específicos correspondentes.
Contribuição N°: 21
ID da Contribuição: 16867
Autor da Contribuição: djna
Data da Contribuição: 12/04/2004 15:58:32
Contribuição: ITEM 6.2.1 Caso o conjunto de cabos para certificação inclua cabos para instalação em área externa ou interna, uma amostra de cada tipo deverá ser apresentada. As amostras devem ser submetidas a todos os ensaios aplicáveis ao material de revestimento externo da cobertura e da capa externa.
Justificativa: Se o fabricante deseja a certificação para o uso interno e externo devem ser ensaiados o material da capa de ambos os cabos.