Anatel

Agência Nacional de Telecomunicações - ANATEL

Sistema de Acompanhamento de Consulta Pública - SACP

Relatório de Contribuições Recebidas

 Data: 19/08/2022 04:21:17
 Total de Contribuições:16

CONSULTA PÚBLICA Nº 513


 Item:  2.I
Contribuição N°: 1
ID da Contribuição: 17320
Autor da Contribuição: afossa
Data da Contribuição: 19/04/2004 22:52:31
Contribuição: I - NBR NM IEC 60811-1-1
Justificativa: A NBR 6242 foi cancelada e substituída pela norma citada acima
 Item:  5.2
5.2 O condutor central deve ser constituído por um fio sólido de liga de alumínio recoberto com uma camada de cobre metalurgicamente aderida ou por um fio sólido de cobre, ou ainda, por um tubo de cobre soldado.
Contribuição N°: 2
ID da Contribuição: 16915
Autor da Contribuição: andrew1
Data da Contribuição: 13/04/2004 16:52:31
Contribuição: Alterar o item 5.2 para: Condutor interno: condutor centralizado que pode ser constituído por um fio sólido de liga de alumínio recoberto com uma camada de cobre metalurgicamente aderida ou por um fio sólido de cobre, ou ainda, por um tubo de cobre soldado liso ou corrugado. Obs.: No meu entender este item faz parte das Definições (item 4) e não dos Requisitos Gerais (item 5)
Justificativa: O termo condutor central não está referenciado nesta norma e o termo condutor interno está referenciado no item 4.VII - Família de cabos. Acrescentado também na contribuição acima no final da descrição o termo liso ou corrugado , pois existem esses dois tipos de condutores interno.
Contribuição N°: 3
ID da Contribuição: 16988
Autor da Contribuição: ricardoav
Data da Contribuição: 16/04/2004 17:14:18
Contribuição: O conduto interno deve ser ........... ......., por um tubo de cobre soldado que pode ser liso ou corrugado.
Justificativa: Utilizar condutor INTERNO ao invés de condutor central uma vez que já se utiliza esse termo na descrição de família. o complemento liso ou corrugado é para tirar qualquer dúvida de como o tubo de cobre pode ser formado, não apenas liso ou corrugado e sim ambas contruções.
Contribuição N°: 4
ID da Contribuição: 17137
Autor da Contribuição: rfs brasil
Data da Contribuição: 19/04/2004 15:42:31
Contribuição: 5.2 O condutor central deve ser constituído por um fio sólido de liga de alumínio recoberto com uma camada de cobre metalurgicamente aderida ou por um fio sólido de cobre, ou ainda, por um tubo de cobre soldado, que pode ser liso ou corrugado.
Justificativa: Adequação ao projeto de norma da ABNT : Projeto 03:046.01-040
 Item:  6.2.1
6.2.1 As dimensões do condutor interno, condutor externo e diâmetro externo do cabo devem ser conforme tabela 3.
Contribuição N°: 5
ID da Contribuição: 17095
Autor da Contribuição: ricardoav
Data da Contribuição: 19/04/2004 14:39:49
Contribuição: 1) Alterar Diâmetro sobre o conduto externo mínimo para o cabo de (corrugação Helicoidal ) de 12mm para 11,9mm. 2) Alterar Diâmetro sobre o condutor interno mínimo para o cabo de 1/2 (corrugação anelar) de 4,8mm para 4,6mm. 3) Alterar Diâmetro sobre a capa externa mínimo para o cabo de 1/4 (corrugação anelar) de 8,9mm para 8,8mm.
Justificativa: As alterações são apenas da ordem de décimos de milimetro e visam atender tolerâncias no processo de fabricação e não influênciam na montagem dos conectores, assim como o desempenho elétrico do cabo não é afetado.
Contribuição N°: 6
ID da Contribuição: 17144
Autor da Contribuição: rfs brasil
Data da Contribuição: 19/04/2004 15:57:18
Contribuição: Considerar o e-mail enviado por Mônica Beatriz Cesare - dia 19/04/04.
Justificativa: Adequação ao projeto de norma da ABNT : Projeto 03:046.01-040
 Item:  6.3.1
6.3.1 O cabo completo, após ser submetido ao ensaio de dobramento conforme ASTM D 4565, Seção 34, utilizando-se um mandril de diâmetro de acordo com a tabela 4, não deve apresentar danos visíveis a olho nu nos condutores, no dielétrico ou na capa externa e deve atender aos requisitos do item 6.8 (Rigidez Dielétrica) e do item 6.5 (Perda de Retorno Estrutural) desta norma.
Contribuição N°: 7
ID da Contribuição: 17145
Autor da Contribuição: rfs brasil
Data da Contribuição: 19/04/2004 16:00:19
Contribuição: Para a tabela 4 - Raio de Curvatura na linha Raio (mm), substituir 76 por 120.
Justificativa: Adequação ao projeto de norma da ABNT : Projeto 03:046.01-040
 Item:  6.4.1
6.4.1 A impedância característica dos cabos coaxiais semi-rígidos deve ser 50 ohms 1 ohm, exceto para o modelo corrugado helicoidal ref. 1/4 cuja tolerância é de 2 ohms.
Contribuição N°: 8
ID da Contribuição: 17126
Autor da Contribuição: ricardoav
Data da Contribuição: 19/04/2004 15:07:05
Contribuição: A impedância característica dos cabos coaxiais semi-rígidos deve ser 50 ohms +/- 1,5 ohm, exceto para o modelo corrugado helicoidal ref. 1/4 cuja tolerância é de +/- 2 ohms.
Justificativa: Para se adequar a atual tolerância conseguida pelos grandes fabricantes atuais.
Contribuição N°: 9
ID da Contribuição: 17146
Autor da Contribuição: rfs brasil
Data da Contribuição: 19/04/2004 16:02:01
Contribuição: 6.4.1 A impedância característica dos cabos coaxiais semi-rígidos deve ser 50 ohms 1.5 ohm, exceto para o modelo corrugado helicoidal ref. 1/4 cuja tolerância é de 2 ohms.
Justificativa: Adequação ao projeto de norma da ABNT : Projeto 03:046.01-040
Contribuição N°: 10
ID da Contribuição: 17321
Autor da Contribuição: afossa
Data da Contribuição: 19/04/2004 22:52:31
Contribuição: 6.4.1 A impedância característica dos cabos coaxiais semi-rígidos deve ser 50 ohms 1 ohm na faixa de frequência de 100 MHz a 2200 MHz, exceto para o modelo corrugado helicoidal ref. 1/4 cuja tolerância é de 2 ohms.
Justificativa: é necessário especificar a faixa de frequência onde a impedância característica deve ser válida.
 Item:  6.6.2
6.6.2 O ensaio para verificação da resistência elétrica dos condutores deve ser realizado em conformidade com o método estabelecido na NBR 9146.
Contribuição N°: 11
ID da Contribuição: 17322
Autor da Contribuição: afossa
Data da Contribuição: 19/04/2004 22:52:31
Contribuição: 6.6.2 O ensaio para verificação da resistência elétrica dos condutores deve ser realizado em conformidade com o método estabelecido na NBR 6814.
Justificativa: acredita-se que a citação correta seja referente à NBR 6814
 Item:  6.9.1
6.9.1 A velocidade de propagação relativa do cabo coaxial semi-rígido não deve ser inferior ao estabelecido na tabela 5.
Contribuição N°: 12
ID da Contribuição: 17147
Autor da Contribuição: rfs brasil
Data da Contribuição: 19/04/2004 16:03:51
Contribuição: Considerar o e-mail enviado por Mônica Beatriz Cesare - dia 19/04/04.
Justificativa: Adequação ao projeto de norma da ABNT : Projeto 03:046.01-040
Contribuição N°: 13
ID da Contribuição: 17160
Autor da Contribuição: ricardoav
Data da Contribuição: 19/04/2004 16:32:55
Contribuição: Tabela 5 - Requisitos Elétricos Tipo de Condutor Externo Bitola Resistência Elétrica Resistência de isolamento ( Mohm/km) Tensão ( V ) Velocidade de Propagação Relativa(%) Condutor interno (ohm/km) Condutor externo (ohm/km) Corrugado Anelar 6,1 3,5 5000 2200 82 3/8 3,8 3,1 5000 2500 85 1,6 2,0 8000 4000 87 5/8 1,4 1,5 8000 5000 87 7/8 2,9 1,2 8000 6000 87 1 2,3 0,9 10000 9000 87 1 5/8 1,4 0,6 10000 11000 87 2 1,0 0,4 10000 13000 87 Corrugado Helicoidal 10,4 7,7 5000 1600 81 3/8 6,3 6,1 5000 2300 80 2,9 4,2 5000 2500 80 Liso 1,4 2,1 5000 2500 87 7/8 2,1 1,2 8000 6000 87 1 5/8 1,3 0,5 10000 11000 87
Justificativa: As alterações propostas são em sua maioria incrementos mínimos e arredondamentos e visam adequar os valores da tabela as tolerâncias de produção conseguidas atualmente pelos fabricantes, e estão em acordo com o projeto de norma ABNT 03:046.01-040
 Item:  6.10.1
6.10.1 Os valores de atenuação medidos a 20 C no cabo coaxial semi-rígido, não devem ser superiores aos valores estabelecidos na tabela 6.
Contribuição N°: 14
ID da Contribuição: 17030
Autor da Contribuição: ricardoav
Data da Contribuição: 19/04/2004 16:41:17
Contribuição: Alterar os valores da coluna: Corrugado Anelar, ref 1/2 800MHz 6,46dB para 6,68dB 894MHz 6,91dB para 7,1dB tabela 6 enviada via email.
Justificativa: Estou sugerindo correção de dois valores do cabo ref Anelar na Tabela 6 - Atenuação máxima, no sentido de inserir estes pontos na curva característica de atenuação correspondente aos demais valores que já compõem a referida tabela. Desta maneira teremos todos os pontos inscritos na curva de atenuação, corrigindo estes pontos dispersos da curva característica de atenuação ficamos também em acordo com a fórmula que descreve a atenuação de cada cabo como utilizada na prática Telebrás 225-500-700 ( Especificações Gerais de Cabos Coaxias na Faixa de VHF e UHF). As alterações são: 800MHz 6,46dB para 6,68dB 894MHz 6,91dB para 7,1dB Gráficos explicativos encaminhados por email.
Contribuição N°: 15
ID da Contribuição: 17153
Autor da Contribuição: rfs brasil
Data da Contribuição: 19/04/2004 16:08:44
Contribuição: Os valores nominais de atenuação são apresentados na tabela 6 e admitem uma tolerância de + 3%, quando medidos a 20 C, para se levar em conta a incerteza na medição. Para a tabela 6, considerar as alterações no e-mail enviado por Mônica Beatriz Cesare - dia 19/04/04.
Justificativa: Adequação ao projeto de norma da ABNT : Projeto 03:046.01-040.
 Item:  Aderência entre dielétrico e condutor central
O dielétrico de material polimérico expandido deve ser aderido ao condutor central e à cobertura por um pré-revestimento de material adesivo. A força requerida para a retirada do dielétrico deve ser conforme abaixo, quando ensaiado conforme IEC 61196-1 seção 10.1. condutor 1/2 - força (lbs) 60 a 165 condutor 1/2 a 7/8 - força (lbs) 100 a 250 condutor 7/8 a 5/8 - força (lbs) 150 a 250
Contribuição N°: 16
ID da Contribuição: 17323
Autor da Contribuição: afossa
Data da Contribuição: 19/04/2004 22:56:04
Contribuição: O dielétrico de material polimérico expandido deve ser aderido ao condutor central e à cobertura por um pré-revestimento de material adesivo. A força requerida para a retirada do dielétrico deve ser conforme abaixo, quando ensaiado conforme IEC 61196-1 seção 10.1. condutor 1/2 - força (lbs) 60 a 165 condutor 1/2 a 7/8 - força (lbs) 100 a 250 condutor 7/8 a 5/8 - força (lbs) 150 a 250
Justificativa: o requisito de aderência entre dielétrico e condutor central é fundamental para garantir a extração adequada do dielétrico e permitir uma conexão adequada do cabo.