Anatel

Agência Nacional de Telecomunicações - ANATEL

Sistema de Acompanhamento de Consulta Pública - SACP

Relatório de Contribuições Recebidas

 Data: 08/08/2022 00:41:35
 Total de Contribuições:1

CONSULTA PÚBLICA Nº 327, DE 29/11/2001


 Item:  DECLARAÇÃO DE CUMPRIMENTO DE OBRIGAÇÕES DE UNIVERSALIZAÇÃO
Contribuição N°: 1
ID da Contribuição: 8609
Autor da Contribuição: Power
Data da Contribuição: 13/12/2001 23:59:34
Contribuição: A CTBC telecom não deve receber a DECLARAÇÃO DE CUMPRIMENTO DE OBRIGAÇÕES DE UNIVERSALIZAÇÃO.
Justificativa: A empresa CTBC Telecom vem a anos explorando os usuários de telefonia fixa, atuando de forma arbitrária e de modo algum se dispôs a analisar os problemas da comunidade. Sendo uma empresa privada, mesmo em um antigo sistema de telefonia que era quase totalmente estatal a referida empresa nunca disponibilizou o número necessário de telefones para a comunidade, não por falta de dinheiro ou oportunidade, mas ela simplesmente transferiu tudo que tinha para crescer, lê-se ganhos e lucros para o Grupo Algar, que é sua controladora, deixando os usuários a mercê de exploração do mercado negro de telefonia. Após a privatização e a ameaça real de tirar o monopólio de atuação da mesma na sua área de atuação foi que a empresa investiu, de modo descontrolado e sem estudo algum, para atender aos quesitos mínimos que a Anatel pediu para universalizar seus serviços. Mas mesmos os serviços que já existiam agora estam piores. Só neste ano de 2001, fomos obrigados a praticamente alterar o prefixo, acrescentendo mais um dígito, até aí nada de mais. Mas tivemos que alterar também os prefixos e também os números. Por exemplo, tinha o telefone: (34) 336-7998. Como a CTBC Telecom, divulga uma lista telefônica, pela sua editora SABE, fiz um anúncio deste número para meus clientes. Dois meses após a nova lista ter saído, a CTBC obrigou-me a trocar o número para 314-0855. Ou seja, quase 1 ano de prejuízo. Depois tivemos que acrescentar o prefixo 3. Ou seja em menos de 2 anos tivemos que mudar as faixadas e listas e notas-fiscais, cartões, dados bancários, 3 vezes. Além disso neste últimos meses as centrais telefônicas de minha cidade foram acometidas por dois caladões , sem justificativa, mas a CTBC mandou correspondência que daria descontos para o período que faltou o serviço. Além do mais, algumas vezes após chuvas, os telefones param de funcionar ou com as constantes mudanças, os telefones são trocados, ou simplesmente param de funcionar. Além disso a CTBC Telecom lançou um serviço de Internet Plus, um serviço de banda larga, mas apenas para os usuários do centro da cidade, deixando a nós zona fora do centro sem esse serviço, desculpa?? Eles me dizem que os planos estão em andamento, mas não são prioridade, pois não interessa para a empresa agora ampliar o serviço, pois ela quer antes alcançar as metas da ANATEL. Ou seja, fazer bonito para a ANATEL, mas que os usuários que se explodam. Mais uma vez nós usuários que vimos anos a fio essa empresa se enriquecer as nossas custas, quer ganhas a declaração de cumprimento de obrigações de universalização. MAS NÃO MERECE MESMO. Merece sim uma fiscalização rigorosa, para averiguar o correto funcionamento da cobrança dos serviços prestados, pois há pilhas de reclamações e denúncias que esta empresa cria ligações e impulsos quando ela precisa de receita. Há também a precariedade da prestação de serviço, apesar dos esforços dos monumentais dos funcionários dessa empresa, há vários erros de montagem e aparelhagem arcáica. A CTBC vem maquiando bem os seus prédios e áreas de atendimento, mas vive remendando as suas centrais. Ou é universal ou não é.... ou seja, todo o serviço oferecido em uma região da cidade deve valer para todos os bairros e usuários e não apenas aonde eles têm que desembolçar pouco ou é mais fácil de implantar.