Anatel

Agência Nacional de Telecomunicações - ANATEL

Sistema de Acompanhamento de Consulta Pública - SACP

Relatório de Contribuições Recebidas

 Data: 18/08/2022 20:48:06
 Total Recebidos: 52
TEMA DO PROCESSO NOME DO ITEM CONTEÚDO DO ITEM ID DA CONTRIBUIÇÃO NÚMERO DA CONTRIBUIÇÃO AUTOR DA CONTRIBUIÇÃO CONTRIBUIÇÃO JUSTIFICATIVA DATA DA CONTRIBUIÇÃO
CONSULTA PÚBLICA Nº 3 Despacho Decisório AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES Despacho Decisório nº XXX, de XX de XXXXXX de 20XX Institui a coleta de dados de Acessos do Serviço de Comunicação Multimídia. A SUPERINTENDENTE EXECUTIVA DA AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES, no uso das atribuições que lhe foram conferidas pelo art. 173, II, do Regimento Interno da Anatel, aprovado pela Resolução nº 612, de 29 de abril de 2013, e o art. 4º do Regulamento para Coleta de Dados Setoriais, aprovado pela Resolução nº 712, de 18 de junho de 2019, CONSIDERANDO as contribuições recebidas em decorrência da Consulta Pública nº XX, de XX de XXXX de 201X, publicada no Diário Oficial da União do dia XX de XXXX de 201X; CONSIDERANDO o que consta nos autos do Processo nº 53500.046742 / 2019-25. RESOLVE: 90881 1 REISLA ANDRADE MARQUES MACÊDO Inicialmente, a Algar Telecom agradece a oportunidade dada pela Agência para analisar e contribuir no aprimoramento dos procedimentos internos do órgão regulador. A Algar Telecom, prestadora do SMP, do STFC, do SCM e do SeAC, expõe à ANATEL suas considerações e contribuições à Consulta Pública nº 3 / 2020, que proporciona à sociedade brasileira a oportunidade de opinar sobre a proposta de instituição de coletas periódicas de dados de acessos do Serviço de Comunicação Multimídia (SCM), mediante Despacho Decisório do órgão regulador. Propõe-se na minuta de Consulta Pública importantes alterações das regras de gerenciamento de envio dos dados setoriais pelas prestadoras, sobretudo com entrada em operação do novo sistema DICI da Agência, apontado pela Anatel que a proposta de nova coleta de dados de acessos do SCM difere da coleta em alguns pontos principais, como: eliminação das faixas de velocidade e discriminação das velocidades contratadas; separação da informação de tecnologia empregada e meio de acesso que a suporta; classificação da zona habitacional onde se encontra o acesso, se urbana ou rural. Informa ainda a Agência que há ainda uma coleta de dados acessória no âmbito do processo SEI nº 53500.009409 / 2016-92, mediante a qual a Agência recebe acessos de um subconjunto das prestadoras do SCM com suas velocidades contratadas. Segundo a Agência, com a presente proposta, essa coleta será extinta. Feitas essas digressões iniciais, a Algar passa a apresentar as suas contribuições acerca da presente proposta de  instituição de coletas periódicas de dados de acessos do Serviço de Comunicação Multimídia (SCM), ora submetida à Consulta Pública, em seguida aos dispositivos do texto abaixo. Descritas na contribuição 19/03/2020 22:06:56
CONSULTA PÚBLICA Nº 3 Art. 1º Art. 1º Instituir a coleta de dados relativa aos Acessos do Serviço de Comunicação Multimídia – SCM, na forma do anexo. 90872 2 ELAINE DE PAULA MOREIRA Discordamos da implantação de um outro sistema de coleta de informações em adição ao já existente (Sistema SICI : https: / / sistemas.anatel.gov.br / sici / ), Sugerimos que seja avaliado, se e quais mudanças caberiam ao atual sistema SICI, visto que o seu uso já está bem consolidado junto às prestadoras de serviços de telecomunicações. Otimização de recurso existente. 18/03/2020 18:10:05
CONSULTA PÚBLICA Nº 3 Art. 2º Art. 2º A coleta aplica-se às prestadoras do Serviço de Comunicação Multimídia. 90762 3 CLEITON CAMARGO COSTA JUNIOR somente empresas ao serviço de SCM devem fazer. somente empresas ao serviço de SCM devem fazer. 04/02/2020 20:37:05
CONSULTA PÚBLICA Nº 3 Art. 3º Art. 3º Os dados coletados terão nível de acesso público, ressalvadas as hipóteses de sigilo definidas pela Curadoria de Dados.
CONSULTA PÚBLICA Nº 3 Art. 4° Art. 4° O início de vigência da coleta será no prazo de 180 dias, contados da publicação do Despacho Decisório no Boletim de Serviço Eletrônico da Anatel. SUPERINTENDENTE EXECUTIVA 90806 4 Walfrido Rodrigues de Melo Art. 4° O início de vigência da coleta será no prazo de 180 dias, contados da notificação por ofício feita pela Anatel.   Considerando, que o Boletim Eletrônico de Serviço da Anatel, não pode ser considerado como instrumento formal de notificação externa os prestadores de SCM deverão ser notificados oficialmente.  02/03/2020 16:34:34
CONSULTA PÚBLICA Nº 3 A Coleta de Dados A Coleta de Dados de Acessos do Serviço de Comunicação Multimídia 90760 5 DANIEL DE SOUSA PONCE 70% dos provedores de pequeno porte, realizam os envio dos SICI e do SFUST através de consultorias, o que facilita o dia a dia dos provedores e gera empregos a profissionais, no auxílio das obrigações mensais dos provedores.  Tento em vista o mapeamento da rede nacional, o aspecto de geração de empregos, sugiro a manutenção das obrigações mensais SICI, com a exigências atuais, o que compete a qualidade das informações continuando completa, a retirada de dados implica em mapeamento incompleto, não adianta querer facilitar e perder a qualidade.  04/02/2020 19:59:43
CONSULTA PÚBLICA Nº 3 A Coleta de Dados A Coleta de Dados de Acessos do Serviço de Comunicação Multimídia 90761 6 FRANCISCO DE BRITO OLIVEIRA PEREIRA Empresa do Ramo de Consultoria em telecomunicações sem dados para coleta Empresa do Ramo de Consultoria em telecomunicações sem dados para coleta 04/02/2020 20:06:14
CONSULTA PÚBLICA Nº 3 A Coleta de Dados A Coleta de Dados de Acessos do Serviço de Comunicação Multimídia 90799 7 JAIR SANTOS BARBOSA PROCESSO Nº 53500.046742 / 2019-25  Neste item 3.2.1   reconsiderar a elimanação  informe  discrimanação de velocidades. Caso confirme a exclusão desta necessidade desta coleta, devemos homologar um  app, hot-site , p / aferir a velocidades dessa nova tecnologia.           No item 3.2.1A dispensa  ou eliminação  , de informe  velocidades discriminadas e contratadas ,  acarretara  a   perda de  estatísticas , quando houver contendas entre usuarios e  prestadores do serviço SCM. À respeito   do planos  contratado e o entregue efetivo .  A agencia devera  apontar qual sera a formula ou meio de mensurar  esses dados ,  e resolver esta questao quando for acionada. 26/02/2020 19:04:40
CONSULTA PÚBLICA Nº 3 Curadoria de Dados i. Curadoria de Dados: Gerência de Universalização e Ampliação do Acesso (PRUV / SPR)
CONSULTA PÚBLICA Nº 3 Periodicidade da coleta ii. Periodicidade da coleta: mensal;
CONSULTA PÚBLICA Nº 3 Limite de entrega iii. Limite de entrega: os arquivos deverão ser encaminhados à Agência até o dia 10 (dez) de cada mês subsequente ao fato medido; 90780 8 JOSE MARCOS NATAL ANGELICO Até do dia 15 (quinze) de cada mês subsequente ao fato medido Devido ao tempo para contabilidade disponibilizar os dados financeiros 05/02/2020 17:28:35
CONSULTA PÚBLICA Nº 3 Limite de entrega iii. Limite de entrega: os arquivos deverão ser encaminhados à Agência até o dia 10 (dez) de cada mês subsequente ao fato medido; 90812 9 ADRIANO JOSE DE OLIVEIRA Limite de entrega   iii. Limite de entrega: os arquivos deverão ser encaminhados à Agência até o dia 15 (Quinze) de cada mês subsequente ao fato medido; Atualmente as empresas que atuam como ISP (Internet Service Provider) e nós que atuamos como prestadores de serviços para estas empresas, fazendo o envio dos dados mensalmente para a Anatel, já enviamos os dados do SICI com prazo limite até o dia 15 (Quinze) de cada mês subsequente ao fato medido. Neste sentido, seria razoável manter o prazo de 15 dias para que não soframos com maiores mudanças na obtenção dos dados junto aos ISP, além das mudanças que já estão sendo previstas por ora. 04/03/2020 13:01:14
CONSULTA PÚBLICA Nº 3 Limite de entrega iii. Limite de entrega: os arquivos deverão ser encaminhados à Agência até o dia 10 (dez) de cada mês subsequente ao fato medido; 90817 10 MARCO ANTONIO CALLADO JUNIOR iii. Limite de entrega: os arquivos deverão ser encaminhados à Agência até o último dia do mês subsequente ao fato medido; O prazo possibilita mais tranquilidade na apuração dos dados, assim evitando informações inconsistentes ou faltantes. 04/03/2020 16:03:31
CONSULTA PÚBLICA Nº 3 Limite de entrega iii. Limite de entrega: os arquivos deverão ser encaminhados à Agência até o dia 10 (dez) de cada mês subsequente ao fato medido; 90873 11 ELAINE DE PAULA MOREIRA Discordamos do prazo de envio das informações estipulado nesta Consulta Pública para,  até  10 dias do mês subsequente. A consolidação destes dados para prestadoras que atuam em milhares de municípios requer tempo de processamento e validação eventualmente superior ao solicitado nesta Consulta Pública. Sugerimos manter o prazo do atual sistema SICI como o 15º do mês subsequente. Padronização nos processos existentes. 18/03/2020 18:10:05
CONSULTA PÚBLICA Nº 3 Limite de entrega iii. Limite de entrega: os arquivos deverão ser encaminhados à Agência até o dia 10 (dez) de cada mês subsequente ao fato medido; 90882 12 REISLA ANDRADE MARQUES MACÊDO Limite de entrega Limite de entrega: os arquivos deverão ser encaminhados à Agência até o dia 15 (quinze) de cada mês subsequente ao fato medido; Para alinhamento dos prazos de entrega de outros arquivos à Anatel, que contam com dados coletados do mesmo serviço em questão, determinado em outros dispositivos normativos da Agência, que estabelece até o dia 15º dia de cada mês subsequente ao apurado. 19/03/2020 22:06:56
CONSULTA PÚBLICA Nº 3 Sistema DICI iv. O sistema DICI (https: / / sistemas.anatel.gov.br / dici) será utilizado como ferramenta para a coleta dos dados;
CONSULTA PÚBLICA Nº 3 Estrutura da Coleta v. Estrutura da Coleta:  Dado Propriedades Identificação da Coleta CNPJ Ano Mês Município Código do IBGE (com 7 dígitos) Tipo de Cliente Pessoa Física Pessoa Jurídica Uso Próprio Tipo de Atendimento Urbano Rural Tipo de Meio de Acesso cabo_coaxial cabo_metalico satélite radio fibra Tecnologia Ver a seguir. Tipo do Produto Internet linha_dedicada m2m outros Velocidade Contratada Velocidade contratada expressa em Megabits por segundo 90777 13 wilyan de lima santos venho aqui contribuir com a anatel na seguinte formas. Eliminação das faixas de velocidade e discriminação das velocidades contratadas; en virtudes de tantas mudanças no acesso de banda larga, fica inviálvel mante um pacote de velocidade unica.   Separação da informação de tecnologia empregada e meio de acesso que a suporta devido as facilidade e acesso da fibra optica, e ao grande trafego de dados, fica mais viável o trabalho com fibra. Classificação da zona habitacional onde se encontra o acesso, se urbana ou rural onde atuo com a prestacão de serviço, e classificada como zona urbana sem mais  04/02/2020 21:57:05
CONSULTA PÚBLICA Nº 3 Glossário Glossário de Termos
CONSULTA PÚBLICA Nº 3 CNPJ CNPJ: Número do CNPJ da empresa com outorga do serviço ou prestadora dispensada da outorga. 90763 14 CLEITON CAMARGO COSTA JUNIOR devem dispensar ou ficar a criterio de cada empresa fazer ou nao o envio empresa com o numero menor que 5 mil clientes tem que ser dispensada do enivo ou ficar a crieterio da empra para enviar. 04/02/2020 20:37:05
CONSULTA PÚBLICA Nº 3 Ano Ano: Ano ao qual se refere o presente arquivo. 90764 15 CLEITON CAMARGO COSTA JUNIOR para ficar siente em que ano estamo enviando para ficar siente em que ano estamo enviando 04/02/2020 20:37:05
CONSULTA PÚBLICA Nº 3 Ano Ano: Ano ao qual se refere o presente arquivo. 90781 16 JOSE MARCOS NATAL ANGELICO 05/02/2020 17:28:35
CONSULTA PÚBLICA Nº 3 Mês Mês: Mês ao qual se refere o presente arquivo. 90765 17 CLEITON CAMARGO COSTA JUNIOR refenrente sempre ao mes que estamos fazendo para nao ficarmos perdido refenrente sempre ao mes que estamos fazendo para nao ficarmos perdido 04/02/2020 20:37:05
CONSULTA PÚBLICA Nº 3 Mês Mês: Mês ao qual se refere o presente arquivo. 90782 18 JOSE MARCOS NATAL ANGELICO 05/02/2020 17:28:35
CONSULTA PÚBLICA Nº 3 Acesso Acesso do Serviço de Comunicação Multimídia: Conjunto de recursos tecnológicos por meio dos quais é possível realizar uma comunicação com a rede de suporte ao serviço da prestadora. Deve ser considerado 1 (um) acesso por cliente por logradouro, de sorte que múltiplos acessos do mesmo cliente no mesmo endereço contarão como 1 (um) acesso, mas múltiplos acessos do mesmo cliente em vários endereços contarão como 1 (um) acesso para cada endereço diferente. 90766 19 CLEITON CAMARGO COSTA JUNIOR tem que ter informativo, encinando a entrar e como entar em contato. tem que ter um canal para orientar e informar, como tem que ser feito  04/02/2020 20:37:05
CONSULTA PÚBLICA Nº 3 Acesso Acesso do Serviço de Comunicação Multimídia: Conjunto de recursos tecnológicos por meio dos quais é possível realizar uma comunicação com a rede de suporte ao serviço da prestadora. Deve ser considerado 1 (um) acesso por cliente por logradouro, de sorte que múltiplos acessos do mesmo cliente no mesmo endereço contarão como 1 (um) acesso, mas múltiplos acessos do mesmo cliente em vários endereços contarão como 1 (um) acesso para cada endereço diferente. 90783 20 JOSE MARCOS NATAL ANGELICO 05/02/2020 17:28:35
CONSULTA PÚBLICA Nº 3 Acesso Acesso do Serviço de Comunicação Multimídia: Conjunto de recursos tecnológicos por meio dos quais é possível realizar uma comunicação com a rede de suporte ao serviço da prestadora. Deve ser considerado 1 (um) acesso por cliente por logradouro, de sorte que múltiplos acessos do mesmo cliente no mesmo endereço contarão como 1 (um) acesso, mas múltiplos acessos do mesmo cliente em vários endereços contarão como 1 (um) acesso para cada endereço diferente. 90883 21 REISLA ANDRADE MARQUES MACÊDO   A definição de acesso do SCM deve refletir o número real de acessos existentes na base da prestadora. Suprimir a definição de múltiplos acessos contando apenas como um. Essa definição não é adequada para a prestação do serviço ao cliente corporativo, principalmente para os que possuem múltiplos acessos no mesmo endereço, e não traduz o real quantitativo de acessos da base da prestadora. Por esse motivo, caso a regra seja adotada, os dados enviados não poderão ser utilizados para outros fins, como, por exemplo, para apurar reclamações (denominador do Índice de Reclamações – IR), por exemplo. Ainda, a alteração da regra poderá acarretar distorção dos números e perda do histórico relativo ao serviço, o que poderá provocar ineficácia no objetivo final do fornecimento dos dados.   19/03/2020 22:06:56
CONSULTA PÚBLICA Nº 3 Tipo do cliente Tipo do cliente: Classificação quanto à natureza do grupo de usuários: 90767 22 CLEITON CAMARGO COSTA JUNIOR tem que colocar mais informaçoes sobre os grupos tem que colocar mais informaçoes sobre os grupos 04/02/2020 20:37:05
CONSULTA PÚBLICA Nº 3 Pessoas Físicas Pessoas Físicas: Classifica os acessos cujos contratos foram celebrados utilizando os CPFs dos usuários; 90768 23 CLEITON CAMARGO COSTA JUNIOR para diferenciar pessoas fisicas de juridicas para nao over contravem no valor final 04/02/2020 20:37:05
CONSULTA PÚBLICA Nº 3 Pessoas Físicas Pessoas Físicas: Classifica os acessos cujos contratos foram celebrados utilizando os CPFs dos usuários; 90784 24 JOSE MARCOS NATAL ANGELICO 05/02/2020 17:28:35
CONSULTA PÚBLICA Nº 3 Pessoas Jurídicas ii. Pessoas Jurídicas: Classifica os acessos cujos contratos foram celebrados utilizando os CNPJs dos usuários; 90769 25 CLEITON CAMARGO COSTA JUNIOR para diferenciar pessoas fisicas de juridicas para nao over contravem no valor final para diferenciar pessoas fisicas de juridicas para nao over contravem no valor final 04/02/2020 20:37:05
CONSULTA PÚBLICA Nº 3 Uso próprio iii. Uso próprio: Classifica os acessos cujo uso é da própria prestadora (ex.: equipamentos de teste ou que não gerem faturas).
CONSULTA PÚBLICA Nº 3 Município Município: Identificado por seu código IBGE de 7 (sete) dígitos. Trata-se do município de moradia atual do usuário do acesso. 90785 26 JOSE MARCOS NATAL ANGELICO 05/02/2020 17:28:35
CONSULTA PÚBLICA Nº 3 Município Município: Identificado por seu código IBGE de 7 (sete) dígitos. Trata-se do município de moradia atual do usuário do acesso. 90884 27 REISLA ANDRADE MARQUES MACÊDO Alterar o texto: Município: Identificado por seu código IBGE de 7 (sete) dígitos. Trata-se do município onde se localiza o endereço de instalação do acesso.”   Para o SCM a definição de moradia atual do usuário pode ser adequada para o usuário pessoa física, mas para clientes corporativos não se aplica, sendo o ideal a alteração para “endereço da instalação”. 19/03/2020 22:06:56
CONSULTA PÚBLICA Nº 3 Tipo de Atendimento Tipo de Atendimento: Tipo de atendimento ao qual se refere o grupo de acessos: se atendimento em zona urbana ou em zona rural. 90770 28 CLEITON CAMARGO COSTA JUNIOR tem que ser retirado pois todos os pop estao interligados a base registrada. tem que ser retirado pois todos os pop estao interligados a base registrada. 04/02/2020 20:37:05
CONSULTA PÚBLICA Nº 3 Tipo de Atendimento Tipo de Atendimento: Tipo de atendimento ao qual se refere o grupo de acessos: se atendimento em zona urbana ou em zona rural. 90885 29 REISLA ANDRADE MARQUES MACÊDO Definir qual é o tipo de atendimento que será considerado em zona urbana ou qual será considerado em zona rural Necessidade de definição de enquadramento do tipo de atendimento, se urbano ou rural. O Glossário de Termos não apresenta essa definição. 19/03/2020 22:06:56
CONSULTA PÚBLICA Nº 3 Tipo de meio de acesso Tipo de meio de acesso: Recursos físicos utilizados para estabelecer a conexão. Em referência ao modelo OSI de redes de computadores, diz respeito à Camada Física da comunicação, podendo ser:
CONSULTA PÚBLICA Nº 3 Cabo_coaxial i. cabo_coaxial: Cabo de transmissão de sinais eletromagnéticos, caracterizando por um condutor central isolado de uma malha de blindagem metálica por um dielétrico, responsável pela propagação das ondas propriamente ditas. Exemplo em https: / / en.wikipedia.org / wiki / Coaxial_cable. 90771 30 CLEITON CAMARGO COSTA JUNIOR para diferencias os tipos de conexao que a na rede. para diferencias os tipos de conexao que a na rede. 04/02/2020 20:37:05
CONSULTA PÚBLICA Nº 3 Cabo metálico ii. Cabo metálico: demais formas de condução de sinais eletromagnéticos por meios confinados metálicos cujo modo de transmissão não possa ser descrito como cabo coaxial (por exemplo, conjunto – blindado ou não – de pares trançados, linha de energia elétrica ou mesmo o par metálico utilizado para telefonia). 90772 31 CLEITON CAMARGO COSTA JUNIOR para diferencias os tipos de conexao que a na rede. para diferencias os tipos de conexao que a na rede. 04/02/2020 20:37:05
CONSULTA PÚBLICA Nº 3 Rádio iii. Radio: forma de transmissão de onda eletromagnética que utiliza o espaço livre como meio e interliga dois pontos terrestres distintos. 90773 32 CLEITON CAMARGO COSTA JUNIOR ,......... ..................... 04/02/2020 20:37:05
CONSULTA PÚBLICA Nº 3 Rádio iii. Radio: forma de transmissão de onda eletromagnética que utiliza o espaço livre como meio e interliga dois pontos terrestres distintos. 90786 33 JOSE MARCOS NATAL ANGELICO 05/02/2020 17:28:35
CONSULTA PÚBLICA Nº 3 Satélite iv. Satélite: Forma de transmissão por rádio na qual um dos pontos se encontra em algum tipo de órbita no planeta. 90774 34 CLEITON CAMARGO COSTA JUNIOR para diferencias os tipos de conexao que a na rede. para diferencias os tipos de conexao que a na rede. 04/02/2020 20:37:05
CONSULTA PÚBLICA Nº 3 Fibra v. Fibra: Forma de transmissão de dados que utiliza como meio uma fibra óptica. 90775 35 CLEITON CAMARGO COSTA JUNIOR para diferencias os tipos de conexao que a na rede. para diferencias os tipos de conexao que a na rede. 04/02/2020 20:37:05
CONSULTA PÚBLICA Nº 3 Fibra v. Fibra: Forma de transmissão de dados que utiliza como meio uma fibra óptica. 90778 36 Felipe Tod v. Fibra: Forma de transmissão de dados com arquitetura de rede de transmissão da fibra óptica onde a rede, composta 100% por fibra óptica, adentre o o imóvel do assinante, vindo diretamente da caixa de distribuição da empresa fornecedora do serviço. Fazendo com que o assinante possui uma fibra óptica exclusiva para acesso. A expressão como está pode dar margem a interpretações para que topologias de rede que apenas "contenham" fibra possam ser enquadradas como Fibra, exemplo FTTN, FTTC, FTTB Desta forma uma rede que termine com Cabo Coaxial ou Cabo Metáico mas tenha fibra em algum outro trecho possa se enquadrar neste critério. Isto impáctara diretamente os clientes e serviços prestados pelas prestadoras pois são tecnologias claramente diferentes mas com margem a interpretações e divulgações de dados com má fé. 05/02/2020 11:57:15
CONSULTA PÚBLICA Nº 3 Fibra v. Fibra: Forma de transmissão de dados que utiliza como meio uma fibra óptica. 90787 37 JOSE MARCOS NATAL ANGELICO 05/02/2020 17:28:35
CONSULTA PÚBLICA Nº 3 Tipo de Tecnologia Tipo de Tecnologia: Conjunto de tecnologias e aplicados aos meios de acessos para possibilitar a comunicação entre os usuários e a rede da prestadora. Em referência ao modelo OSI de redes de computadores, diz respeito à Camada de Enlace da comunicação. A lista de referência de tecnologias é de reponsabilidade de sua curadoria e deverá ser tornada pública e atualizada pela mesma. 90788 38 JOSE MARCOS NATAL ANGELICO 05/02/2020 17:28:36
CONSULTA PÚBLICA Nº 3 Tipo do Produto Tipo do Produto: Tipo do produto ao qual se refere o presente grupo de acessos, podendo ser: "internet", "linha_dedicada", "m2m" ou "outros".
CONSULTA PÚBLICA Nº 3 Internet i. internet: acessos utilizados para comunicação com a rede mundial; 90789 39 JOSE MARCOS NATAL ANGELICO 05/02/2020 17:28:36
CONSULTA PÚBLICA Nº 3 Linha_dedicada ii. linha dedicada: acessos utilizados apenas para comunicações de dados entre dois pontos de suporte ao cliente; 90886 40 REISLA ANDRADE MARQUES MACÊDO Linha_dedicada ii.linha dedicada: acessos utilizados apenas para comunicações de dados entre dois ou mais pontos de suporte ao cliente;   O produto existente da Algar admite que a linha dedicada permite que sejam utilizados apenas para comunicações de dados entre dois ou mais pontos de suporte ao cliente. 19/03/2020 22:06:57
CONSULTA PÚBLICA Nº 3 M2M iii. m2m: acessos utilizados de máquinas e equipamentos não interativos e IOT. 90874 41 ELAINE DE PAULA MOREIRA Solicitamos a retirada da exigência de fornecimento de localização do escopo desta consulta pública. Ressaltamos que em alguns modelos de negócio, os equipamentos M2M são de propriedade do cliente da prestadora e portanto, a mesma não possui cadastro das localidades instaladas pelo cliente, somente quantidades das unidades comercializadas devido ao licenciamento mensal, inviabilizando desta forma, o fornecimento dos dados da coleta, tais como município e tipo de atendimento (zona urbana ou em zona rural).   Adicionalmente entendemos que estes acessos M2M, são em sua grande maioria de baixa velocidade , não se enquadrando portanto na classificação de acessos banda larga . Logo, vemos como equivocada a classificação destes acessos como sendo “banda larga”. Para que o relatório seja pontual. 18/03/2020 18:10:05
CONSULTA PÚBLICA Nº 3 Outros iv. outros: acessos que não que não se enquadrem nas definições anteriores.
CONSULTA PÚBLICA Nº 3 Velocidade Velocidade: Valor de referência contratado para transmissão de informações no sentido da rede da prestadora para o usuário, expresso em Megabits por segundo. O formado do número a ser utilizado é de ponto flutuante, tendo a vírgula (“,”) como separador decimal e sem separador de milhares. 90776 42 CLEITON CAMARGO COSTA JUNIOR para saber os preço e ter uma base de calculos para ajudar estipular um valor a acesso a toda a populaçao, para saber os preço e ter uma base de calculos para ajudar estipular um valor a acesso a toda a populaçao, 04/02/2020 20:37:05
CONSULTA PÚBLICA Nº 3 Velocidade Velocidade: Valor de referência contratado para transmissão de informações no sentido da rede da prestadora para o usuário, expresso em Megabits por segundo. O formado do número a ser utilizado é de ponto flutuante, tendo a vírgula (“,”) como separador decimal e sem separador de milhares. 90790 43 JOSE MARCOS NATAL ANGELICO 05/02/2020 17:28:36