Anatel

Agência Nacional de Telecomunicações - ANATEL

Sistema de Acompanhamento de Consulta Pública - SACP

Relatório de Contribuições Recebidas

 Data: 10/08/2022 01:17:48
 Total Recebidos: 4
TEMA DO PROCESSO NOME DO ITEM CONTEÚDO DO ITEM ID DA CONTRIBUIÇÃO NÚMERO DA CONTRIBUIÇÃO AUTOR DA CONTRIBUIÇÃO CONTRIBUIÇÃO JUSTIFICATIVA DATA DA CONTRIBUIÇÃO
CONSULTA PÚBLICA Nº 18 MINUTA DE ATO O SUPERINTENDENTE DE OUTORGA E RECURSOS À PRESTAÇÃO - ANATEL, no uso das atribuições que lhe foram conferidas pela Portaria nº 419, de 24 de maio de 2013, e CONSIDERANDO a competência dada pelos Incisos XIII e XIV do Art. 19 da Lei n.º 9.472 / 97 – Lei Geral de Telecomunicações; CONSIDERANDO o Inciso II do Art. 9º do Regulamento para Certificação e Homologação de Produtos para Telecomunicações, aprovado pela Resolução n.º 242, de 30 de novembro de 2000; CONSIDERANDO o Art. 1º da Portaria nº 419 de 24 de maio de 2013; e CONSIDERANDO o constante dos autos do processo nº 53500.012724 / 2019-40. RESOLVE: Art. 1º Atualizar, na Lista de Requisitos Técnicos de Produtos para Telecomunicações - Categoria II, os requisitos para avaliação da conformidade do produto "Transceptor para Estação Radio Base", inserindo condições para a avaliação da tecnologia "Active Antenna System (AAS) Base Station (BS)" nos termos do Anexo I a este Ato. Art. 2º  Este Ato entra em vigor na data de sua publicação no Boletim de Serviços Eletrônico da Anatel.
CONSULTA PÚBLICA Nº 18 ANEXO I REQUISITOS TÉCNICOS PARA AVALIAÇÃO DA CONFORMIDADE DE TRANSCEPTOR PARA ESTAÇÃO RÁDIO BASE
CONSULTA PÚBLICA Nº 18 Tecnologia Active Antenna System (AAS) Base Station (BS) - Ensaios Conduzidos:​ Produto: Transceptor para Estação Rádio Base Documento Normativo Requisitos Aplicáveis (vide nota II) Procedimentos de ensaios REQUISITOS APLICÁVEIS A TODOS OS SERVIÇOS (...) Tecnologia Active Antenna System (AAS) Base Station (BS) - Ensaios Conduzidos:& 8203; ETSI TS 137 145-1 V15.2.0 (2019-04) - Universal Mobile Telecommunications System (UMTS); LTE; Active Antenna System (AAS) Base Station (BS) conformance testing; Part 1: conducted conformance testing (3GPP TS 37.145-1 version 15.2.0 Release 15). Aplicar os seguintes itens da norma em referência excetuando-se os ensaios relativos às tecnologias Multi-Carrier e Carrier-Aggregation.   6.2 Base station output power 6.4 Transmit ON / OFF power (TDD) 6.5.2 Frequency error 6.6.2 Occupied bandwidth 6.6.3 Adjacent channel leakage power ratio (ACLR) 6.6.5 Operating band unwanted emissions 6.6.6 Spurious emissions 6.7 Transmitter intermodulation 7.6 Receiver spurious emission - Os procedimentos de ensaio encontram-se no próprio documento normativo e devem ser realizados em conformidade com as orientações contidas no capítulo 4 (General test conditions and declarations) e no capítulo 5 (Applicability of Requirements) do documento normativo em referência.   - Para o ensaio de potência de transmissão, a tolerância da potência máxima de saída deve ser de ±2,7 dB para frequência de portadora f ≤ 3,0 GHz e de ±3,0 dB para frequência de portadora f > 3,0 GHz. A avaliação deve ser realizada nas condições de faixas de temperatura e umidade relativa definidas no ensaio de Ciclo Climático definido nos Requisitos técnicos referentes às condições e ensaios ambientais aplicáveis na avaliação da conformidade de produtos para telecomunicações. Ato nº 14098, de 23 de novembro de 2017. A classe de ambiente a ser utilizada deve ser aquela indicada pelo fabricante para operação do equipamento.
CONSULTA PÚBLICA Nº 18 Tecnologia Active Antenna System (AAS) Base Station (BS) - Ensaios Radiados:​ Tecnologia Active Antenna System (AAS) Base Station (BS) - Ensaios Radiados:& 8203; ETSI TS 137 145-2 V15.2.0 (2019-04) - Universal Mobile Telecommunications System (UMTS); LTE; Active Antenna System (AAS) Base Station (BS) conformance testing; Part 2: radiated conformance testing (3GPP TS 37.145-2 version 15.2.0 Release 15). Equipamentos que não permitem ensaios de maneira conduzida devem ser avaliados de forma radiada, conforme requisitos abaixo referenciados.   Aplicar os seguintes itens da norma em referência excetuando-se os ensaios relativos às tecnologias Multi-Carrier e Carrier-Aggregation.   6.2 Radiated transmit power 6.3 OTA Base station output power 6.5 OTA Transmit ON / OFF power 6.6.2 OTA Frequency error 6.7.2 OTA Occupied bandwidth 6.7.3 OTA Adjacent channel leakage power ratio 6.7.5 OTA Operating band unwanted emissions 6.7.6 OTA Spurious emission 6.8 OTA Transmitter intermodulation 7.7 OTA Receiver spurious emission   - Os procedimentos de ensaio encontram-se no próprio documento normativo e devem ser realizados em conformidade com as orientações contidas no capítulo 4 (General test conditions and declarations) e no capítulo 5 (Applicability of Requirements) do documento normativo em referência.   - Para o ensaio de potência de transmissão, a tolerância da potência máxima de saída deve ser de ±2,7 dB para frequência de portadora f ≤ 3,0 GHz e de ±3,0 dB para frequência de portadora f > 3,0 GHz. A avaliação deve ser realizada nas condições de faixas de temperatura e umidade relativa definidas no ensaio de Ciclo Climático definido nos Requisitos técnicos referentes às condições e ensaios ambientais aplicáveis na avaliação da conformidade de produtos para telecomunicações. Ato nº 14098, de 23 de novembro de 2017. A classe de ambiente a ser utilizada deve ser aquela indicada pelo fabricante para operação do equipamento. (...) 86939 1 Grace Kelly de Cassia Caporalli MANIFESTAÇÃO:  A ABINEE apoia integralmente a proposta de requisitos técnicos para certificação de radio bases AAS. JUSTIFICATIVA:   A ABINEE reitera o seu apoio à iniciativa conduzida pela ANATEL para estabelecer os requisitos para homologação de radio bases com arquitetura AAS, conforme manifestado anteriormente por ocasião da Consulta Pública 11 / 2019. As estações radio base com arquitetura AAS são uma demanda atual das redes de telecomunicações e serão já no 4G um instrumento fundamental para incremento de capacidade e cobertura. Nas redes 5G, serão uma peça chave das redes de acesso, sobretudo nas bandas médias e altas, ou milimétricas. A atualização proposta na Consulta Pública 18 / 2019 para os referidos requerimentos que inicialmente haviam sido discutidos na Consulta Pública 11 / 2019, no entender da Associação, captura com clareza os testes fundamentais das normas aplicáveis. A ABINEE apoia a inclusão da alternativa de ensaios irradiados quando os equipamentos não trouxerem a possibilidade de acesso aos conectores de antenas para a realização dos testes conduzidos assim permitirá que diferentes produtos possam ser certificados de acordo com as normas internacionais. É igualmente salutar a atualização da norma ETSI empregada, garantindo que adote-se o estado da arte da tecnologia no país, representado hoje pelo Release 15 do 3GPP e normas ETSI correspondentes. A ABINEE reforça a importância e prioridade destes produtos para o mercado brasileiro e, na capacidade de representante dos maiores fabricantes globais que empregam essas tecnologias, mais uma vez parabeniza a ANATEL pela condução do tema e manifesta seu apoio integral à proposta. 17/05/2019 14:53:17