Exportar:
Word Excel PDF
Lista de Itens
Anatel

Agência Nacional de Telecomunicações - ANATEL

Sistema de Acompanhamento de Consulta Pública - SACP

Relatório de Contribuições Recebidas

 Data:13/08/2022 18:59:03
 Total de Contribuições:2
 Página:1/2
CONSULTA PÚBLICA 669
 Item:  CONSULTA PÚBLICA N.° 669

AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES

 

 

 

CONSULTA PÚBLICA N.° 669, DE 13 DE JANEIRO DE 2006

 

 

Declaração de Cumprimento de Obrigações de Universalização por Concessionária do Serviço Telefônico Fixo Comutado destinado ao uso do público em geral – STFC, apresentada pela Brasil Telecom S.A. – Filial Goiás/Tocantins – Setor 24

 

 

 

O CONSELHO DIRETOR DA AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES – ANATEL, no uso das atribuições que lhe foram conferidas pelo art. 22 da Lei n.º 9.472, de 16 de julho de 1997, art. 35 do Regulamento da Agência Nacional de Telecomunicações, aprovado pelo Decreto n.º 2.338, de 7 de outubro de 1997, e artigos 23 a 26 do Regimento Interno da Anatel, aprovado pela Resolução n.º 270, de 19 de julho de 2001, decidiu, por meio do Circuito Deliberativo n.º 1185, de 13 de janeiro de 2006, submeter a comentários do público em geral, até às 24h do dia 8 de março de 2006, a Declaração de Cumprimento de Obrigações de Universalização por Concessionária do Serviço Telefônico Fixo Comutado destinado ao uso do público em geral – STFC, referente a dezembro de 2005, definidas no Plano Geral de Metas para a Universalização do Serviço Telefônico Fixo Comutado Prestado no Regime Público, aprovado pelo Decreto n.º 2.592, de 15 de maio de 1998, disponível na página da Anatel na Internet, apresentada e denominada pela Brasil Telecom S.A. – Filial Goiás/Tocantins – Setor 24 como “Declaração de Metas do Plano Geral de Metas de Universalização”.

 

Respalda a presente Consulta Pública o Regulamento para Declaração de Cumprimento de Obrigações de Universalização por Concessionária do Serviço Telefônico Fixo Comutado destinado ao uso do público em geral, aprovado pela Resolução n.º 280, de 15 de outubro de 2001, em especial o disposto no seu artigo 14.

 

Destaca-se, ainda, a oportunidade e conveniência de ouvir a sociedade sobre os aspectos que permitam identificar e otimizar a consecução de metas de universalização, especificamente no Setor 24 da Região II do Plano de Outorgas, considerando-se as regras estabelecidas no Plano Geral de Metas para Universalização do Serviço Telefônico Fixo Comutado.

 

O texto completo do documento “Declaração de Metas do Plano Geral de Metas de Universalização” apresentado pela Brasil Telecom S.A. – Filial Goiás/Tocantins – Setor 24 estará disponível na Biblioteca da Anatel, no endereço a seguir e na página da Anatel na Internet: http://www.anatel.gov.br, a partir das 14h da data de publicação desta Consulta Pública no Diário Oficial da União.

 

As manifestações fundamentadas e devidamente identificadas devem ser encaminhadas, por meio de formulário eletrônico do Sistema Interativo de Acompanhamento de Consulta Pública, disponível no endereço na Internet http://www.anatel.gov.br, até às 24h do dia 8 de março de 2006.

 

Serão também consideradas as manifestações que forem enviadas por carta, fax ou telefone recebidas até às 17h do dia 1º de março de 2006, para:

AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES – ANATEL

SUPERINTENDÊNCIA DE UNIVERSALIZAÇÃO

CONSULTA PÚBLICA N.° 669, DE 13 DE JANEIRO DE 2006

“Declaração de Cumprimento de Obrigações de Universalização”

Setor de Autarquias Sul – SAUS, Quadra 6, Bloco F, Térreo – Biblioteca

70070-940 – Brasília – DF

Telefone: 0800 33 2001

Fax: (61) 2312.2810

 

As manifestações recebidas merecerão exame pela Anatel e permanecerão à disposição do público na Biblioteca da Anatel.

 

 

 

 

 

PLÍNIO DE AGUIAR JÚNIOR

Presidente do Conselho, Substituto

Contribuição N°: 1
ID da Contribuição: 27884
Autor da Contribuição: RICARDO TOSHIO ITONAGA
Entidade: --
Área de atuação: --
Data da Contribuição: 17/01/2006 14:45:21
Contribuição: teste - 17/01/2006 - 14:42
Justificativa: teste - 17/01/2006 - 14:42
Anatel

Agência Nacional de Telecomunicações - ANATEL

Sistema de Acompanhamento de Consulta Pública - SACP

Relatório de Contribuições Recebidas

 Data:13/08/2022 18:59:03
 Total de Contribuições:2
 Página:2/2
CONSULTA PÚBLICA 669
 Item:  CONSULTA PÚBLICA N.° 669

AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES

 

 

 

CONSULTA PÚBLICA N.° 669, DE 13 DE JANEIRO DE 2006

 

 

Declaração de Cumprimento de Obrigações de Universalização por Concessionária do Serviço Telefônico Fixo Comutado destinado ao uso do público em geral – STFC, apresentada pela Brasil Telecom S.A. – Filial Goiás/Tocantins – Setor 24

 

 

 

O CONSELHO DIRETOR DA AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES – ANATEL, no uso das atribuições que lhe foram conferidas pelo art. 22 da Lei n.º 9.472, de 16 de julho de 1997, art. 35 do Regulamento da Agência Nacional de Telecomunicações, aprovado pelo Decreto n.º 2.338, de 7 de outubro de 1997, e artigos 23 a 26 do Regimento Interno da Anatel, aprovado pela Resolução n.º 270, de 19 de julho de 2001, decidiu, por meio do Circuito Deliberativo n.º 1185, de 13 de janeiro de 2006, submeter a comentários do público em geral, até às 24h do dia 8 de março de 2006, a Declaração de Cumprimento de Obrigações de Universalização por Concessionária do Serviço Telefônico Fixo Comutado destinado ao uso do público em geral – STFC, referente a dezembro de 2005, definidas no Plano Geral de Metas para a Universalização do Serviço Telefônico Fixo Comutado Prestado no Regime Público, aprovado pelo Decreto n.º 2.592, de 15 de maio de 1998, disponível na página da Anatel na Internet, apresentada e denominada pela Brasil Telecom S.A. – Filial Goiás/Tocantins – Setor 24 como “Declaração de Metas do Plano Geral de Metas de Universalização”.

 

Respalda a presente Consulta Pública o Regulamento para Declaração de Cumprimento de Obrigações de Universalização por Concessionária do Serviço Telefônico Fixo Comutado destinado ao uso do público em geral, aprovado pela Resolução n.º 280, de 15 de outubro de 2001, em especial o disposto no seu artigo 14.

 

Destaca-se, ainda, a oportunidade e conveniência de ouvir a sociedade sobre os aspectos que permitam identificar e otimizar a consecução de metas de universalização, especificamente no Setor 24 da Região II do Plano de Outorgas, considerando-se as regras estabelecidas no Plano Geral de Metas para Universalização do Serviço Telefônico Fixo Comutado.

 

O texto completo do documento “Declaração de Metas do Plano Geral de Metas de Universalização” apresentado pela Brasil Telecom S.A. – Filial Goiás/Tocantins – Setor 24 estará disponível na Biblioteca da Anatel, no endereço a seguir e na página da Anatel na Internet: http://www.anatel.gov.br, a partir das 14h da data de publicação desta Consulta Pública no Diário Oficial da União.

 

As manifestações fundamentadas e devidamente identificadas devem ser encaminhadas, por meio de formulário eletrônico do Sistema Interativo de Acompanhamento de Consulta Pública, disponível no endereço na Internet http://www.anatel.gov.br, até às 24h do dia 8 de março de 2006.

 

Serão também consideradas as manifestações que forem enviadas por carta, fax ou telefone recebidas até às 17h do dia 1º de março de 2006, para:

AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES – ANATEL

SUPERINTENDÊNCIA DE UNIVERSALIZAÇÃO

CONSULTA PÚBLICA N.° 669, DE 13 DE JANEIRO DE 2006

“Declaração de Cumprimento de Obrigações de Universalização”

Setor de Autarquias Sul – SAUS, Quadra 6, Bloco F, Térreo – Biblioteca

70070-940 – Brasília – DF

Telefone: 0800 33 2001

Fax: (61) 2312.2810

 

As manifestações recebidas merecerão exame pela Anatel e permanecerão à disposição do público na Biblioteca da Anatel.

 

 

 

 

 

PLÍNIO DE AGUIAR JÚNIOR

Presidente do Conselho, Substituto

Contribuição N°: 2
ID da Contribuição: 27995
Autor da Contribuição: Luiz H
Entidade: --
Área de atuação: --
Data da Contribuição: 27/01/2006 15:46:08
Contribuição: A Brasil Telecom diz que cumpriu as metas de universalização, no entanto, em Valparaíso de Goiás, na Rua 13 Quadra 49 Lotes 08/12 - Morada Nobre, em frente ao Colégio Padre Réus existe a carcaça de um TUP, mas não tem telefone. A Escola já solicitou um aparelho e os moradores da rua também, porém a BRT até hoje nunca resolveu o problema da localidade. Gostaria de saber se a BRT não vai instalar um terminal lá agora. Inclusive dentro da Escola não poderia ter um também.
Justificativa: Realizei a contribuição para informar a Anatel que existe uma situação irregular por parte da prestadora.

Página Atual: Word Excel PDF