Exportar:
Word Excel PDF
Lista de Itens
Anatel

Agência Nacional de Telecomunicações - ANATEL

Sistema de Acompanhamento de Consulta Pública - SACP

Relatório de Contribuições Recebidas

 Data:17/08/2022 22:23:53
 Total de Contribuições:11
 Página:1/11
CONSULTA PÚBLICA Nº 462
 Item:  3.XXXI
XXXI - Transparência: facilidade oferecida pelo sistema para a conexão de usuários a uma rede pública ou privada.
Contribuição N°: 1
ID da Contribuição: 14490
Autor da Contribuição: BrTelecom
Entidade: --
Área de atuação: --
Data da Contribuição: 11/08/2003 19:59:26
Contribuição: “Transparência : propriedade que um sistema de transmissão apresenta de não interferir com a troca dos sinais por ele transportados entre o dispositivo do usuário e a Rede, quer alterando, quer suprimindo.”
Justificativa: Tornar a definição mais exata, pois mesmo uma conexão não transparente também é uma facilidade de conexão.
Anatel

Agência Nacional de Telecomunicações - ANATEL

Sistema de Acompanhamento de Consulta Pública - SACP

Relatório de Contribuições Recebidas

 Data:17/08/2022 22:23:53
 Total de Contribuições:11
 Página:2/11
CONSULTA PÚBLICA Nº 462
 Item:  4.1
4.1. Para fins desta norma a configuração geral de um sistema ponto-multiponto é mostrada na Figura 1.
Contribuição N°: 2
ID da Contribuição: 14491
Autor da Contribuição: BrTelecom
Entidade: --
Área de atuação: --
Data da Contribuição: 11/08/2003 19:59:26
Contribuição: Incluir na legenda da figura 1: “F: interface do sistema ponto-multiponto com a rede STFC”
Justificativa: Na Figura 1 é representada a interface F, porém não está descrita na legenda, nem nas definições.
Anatel

Agência Nacional de Telecomunicações - ANATEL

Sistema de Acompanhamento de Consulta Pública - SACP

Relatório de Contribuições Recebidas

 Data:17/08/2022 22:23:53
 Total de Contribuições:11
 Página:3/11
CONSULTA PÚBLICA Nº 462
 Item:  4.3
4.3. A capacidade mínima para sistemas ponto-multiponto, expressa em taxa bruta mínima de bits transmitida (TBM), deve ser proporcional ao espaçamento entre canais (Delta F) e ao número de níveis da modulação digital (M) de acordo com a seguinte fórmula: TBM[Mbit/s] = 1,9 (Delta F) [MHz] log (M)
Contribuição N°: 3
ID da Contribuição: 14492
Autor da Contribuição: BrTelecom
Entidade: --
Área de atuação: --
Data da Contribuição: 11/08/2003 19:59:26
Contribuição: “A capacidade mínima para sistemas ponto-a-ponto, expressa em taxa bruta mínima de bits transmitida (TBM), deve ser proporcional a largura do canal de RF (DELTA F) e ao número de níveis da modulação digital (M) de acordo com a seguinte fórmula: TBM(Mbit/s)= 0,6 DELTA F [MHz] log2(M)”
Justificativa: 1) Tornar a definição mais exata, dado que a capacidade depende da largura de banda disponível para emissão e não do espaçamento entre canais. 2) Na expressão da Taxa Bruta Mínima TBM o logaritmo deve ser na base 2. 3) Na expressão da Taxa Bruta Mínima TBM existe uma incorreção, pois se considerar uma modulação binária (M=2), a eficiência resultante será maior do que 1, o que não é possível porque 1 é o limite teórico para este tipo de modulação com 2 níveis. A expressão correta para o valor é TBM= (Delta F.log2(M))/(1+Alfa), onde alfa é o fator de roll-off. Considerando um fator de roll-off razoável de 0,5 a expressão passa a ser TBM= 0,6.Delta F.log2(M).
Anatel

Agência Nacional de Telecomunicações - ANATEL

Sistema de Acompanhamento de Consulta Pública - SACP

Relatório de Contribuições Recebidas

 Data:17/08/2022 22:23:53
 Total de Contribuições:11
 Página:4/11
CONSULTA PÚBLICA Nº 462
 Item:  5.1
5.1. A potência de transmissão máxima na entrada do circuito alimentador da antena (ponto C’ da Figura 2), quando não definida na regulamentação de canalização e condições de uso para cada faixa de freqüência específica, não deve exceder o limite de + 43 dBm.
Contribuição N°: 4
ID da Contribuição: 14493
Autor da Contribuição: BrTelecom
Entidade: --
Área de atuação: --
Data da Contribuição: 11/08/2003 19:59:26
Contribuição: A potência de transmissão máxima na entrada do circuito alimentador da antena (ponto C’ da Figura 2), quando não definida na regulamentação de canalização e condições de uso para cada faixa de freqüência específica, não deve exceder o limite de + 47 dBm.
Justificativa: Considerando as características de operação em faixas abaixo de 1 GHz a sua principal aplicação é para sistemas de acesso fixo em pequenas localidades e área rurais, onde o principal fator de inviabilização econômica é a grande dispersão dos usuários. Assim, sugere-se permitir maiores potências de transmissão estendendo o limite até +47 dBm.
Anatel

Agência Nacional de Telecomunicações - ANATEL

Sistema de Acompanhamento de Consulta Pública - SACP

Relatório de Contribuições Recebidas

 Data:17/08/2022 22:23:53
 Total de Contribuições:11
 Página:5/11
CONSULTA PÚBLICA Nº 462
 Item:  5.2
5.2. O espectro de um canal RF transmitido pela ERB (Estação Rádio Base) ou ER (Estação Repetidora) para as ET (Estações Terminais), medido na entrada do circuito alimentador da antena (ponto C’ na Figura 2), deve atender à máscara de emissão da Tabela 1.
Contribuição N°: 5
ID da Contribuição: 14494
Autor da Contribuição: BrTelecom
Entidade: --
Área de atuação: --
Data da Contribuição: 11/08/2003 19:59:26
Contribuição: Na definição da freqüência f’, alterar a redação para: “f’ é o afastamento da freqüência relativamente à freqüência central do canal de RF.”
Justificativa: Esclarecer que f ’ é o afastamento da freqüência em relação a freqüência central [ f ‘= f – fc ] e não [ f ‘ = f/fc ] como poderia ser entendido da expressão “freqüência relativa”, que usualmente indica uma razão.
Anatel

Agência Nacional de Telecomunicações - ANATEL

Sistema de Acompanhamento de Consulta Pública - SACP

Relatório de Contribuições Recebidas

 Data:17/08/2022 22:23:53
 Total de Contribuições:11
 Página:6/11
CONSULTA PÚBLICA Nº 462
 Item:  6.2
6.2. A faixa dinâmica dos receptores de sistemas ponto-multiponto, referida à saída do circuito alimentador da antena (ponto C da Figura 2), não deve ser inferior aos valores indicados na Tabela 6.
Contribuição N°: 6
ID da Contribuição: 14495
Autor da Contribuição: BrTelecom
Entidade: --
Área de atuação: --
Data da Contribuição: 11/08/2003 20:03:38
Contribuição: Estação TDMA FDMA FH-CDMA DS-CDMA ERB 40 dB 40 dB 40 dB 40 dB ET 40 dB 40 dB 40 dB 60 dB
Justificativa: A faixa dinâmica mínima para a Estação Rádio Base na modulação DS-CDMA deveria ser maior que os 20 dB indicados na Tabela 6 para manter o mesmo “link budget” que as demais modalidades de acesso
Anatel

Agência Nacional de Telecomunicações - ANATEL

Sistema de Acompanhamento de Consulta Pública - SACP

Relatório de Contribuições Recebidas

 Data:17/08/2022 22:23:53
 Total de Contribuições:11
 Página:7/11
CONSULTA PÚBLICA Nº 462
 Item:  6.3.2
6.3.2 A sensibilidade à interferência de canal adjacente de sistemas ponto-multiponto FDMA deve implicar uma degradação do limiar para TEB=10^ -6 inferior a 1 dB com a relação C/I indicada na Tabela 7 .
Contribuição N°: 7
ID da Contribuição: 14496
Autor da Contribuição: BrTelecom
Entidade: --
Área de atuação: --
Data da Contribuição: 11/08/2003 20:03:39
Contribuição: Neste subitem, sugere-se a consulta aos fabricantes para o estabelecimento de um valor razoável que se reflita em uma relação custo-benefício adequada.
Justificativa: A sensibilidade a interferência de canal adjacente para um sistema ponto-multiponto FDMA definida na Tabela 7 é muito rigorosa. É preciso verificar com os fornecedores se esta exigência não irá implicar em elevação no custo do equipamento. É preciso não esquecer que se tratam de sistemas em faixas de freqüência abaixo de 1GHz e, portanto, limitados em capacidade e em aplicação.
Anatel

Agência Nacional de Telecomunicações - ANATEL

Sistema de Acompanhamento de Consulta Pública - SACP

Relatório de Contribuições Recebidas

 Data:17/08/2022 22:23:53
 Total de Contribuições:11
 Página:8/11
CONSULTA PÚBLICA Nº 462
 Item:  6.4
6.4. A TEB residual de equipamento é aquela medida com nível de recepção, referido à saída do circuito alimentador da antena (ponto C da Figura 2), 6 dB acima do limiar para TEB=10^ -6 e não deve exceder os valores especificados na Tabela 12.
Contribuição N°: 8
ID da Contribuição: 14497
Autor da Contribuição: BrTelecom
Entidade: --
Área de atuação: --
Data da Contribuição: 11/08/2003 20:03:39
Contribuição: Alterar a última linha da Tabela 12: Taxa de bits (kbits/s) TEB Igual ou inferior a 64 10-9 Igual ou superior a 2048 10-10
Justificativa: A taxa de erro residual exigida na Tabela 12 para sistemas de taxa de transmissão de 2 Mb/s ou superiores é muito rigorosa. Considerando novamente a questão econômica e considerando que um sistema ponto-a-ponto tem melhores condições de atingir valores baixos de taxa de erro, a TEB residual para sistemas ponto-multiponto deveria ser equiparada a dos sistemas ponto-a-ponto em 10-10 [ 10exp(-10) ].
Anatel

Agência Nacional de Telecomunicações - ANATEL

Sistema de Acompanhamento de Consulta Pública - SACP

Relatório de Contribuições Recebidas

 Data:17/08/2022 22:23:53
 Total de Contribuições:11
 Página:9/11
CONSULTA PÚBLICA Nº 462
 Item:  7.1
7.1 A perda de retorno na entrada e saída do circuito alimentador (pontos C e C’da Figura 2) deve ser igual ou superior a 15 dB.
Contribuição N°: 9
ID da Contribuição: 14498
Autor da Contribuição: BrTelecom
Entidade: --
Área de atuação: --
Data da Contribuição: 11/08/2003 20:03:39
Contribuição: A perda de retorno na entrada e saída do circuito alimentador (pontos C e C’da Figura 2) deve ser igual ou superior a 18 dB.
Justificativa: O valor de perda de retorno indicado é muito baixo. Para reduzir riscos de geração de ruído e de interferência intersimbólica recomendamos elevar o valor da perda de retorno para ao menos 18 dB, que é um valor realizável sem grandes dificuldades em terminações coaxiais, como deverá ser o caso destes sistemas para operação em faixas de freqüência inferiores a 1 GHz..
Anatel

Agência Nacional de Telecomunicações - ANATEL

Sistema de Acompanhamento de Consulta Pública - SACP

Relatório de Contribuições Recebidas

 Data:17/08/2022 22:23:53
 Total de Contribuições:11
 Página:10/11
CONSULTA PÚBLICA Nº 462
 Item:  I.3.2.2 Procedimento:
Procedimento: Com o transmissor operando em CW, as medidas de freqüências são realizadas nos canais previamente selecionados pelo laboratório de testes. A medida de freqüência deve estar dentro da tolerância definida pelo requisito relevante.
Contribuição N°: 10
ID da Contribuição: 14499
Autor da Contribuição: BrTelecom
Entidade: --
Área de atuação: --
Data da Contribuição: 11/08/2003 20:03:39
Contribuição: Ao final do texto proposto, acrescentar: “A medida deve ser feita com registro durante um intervalo de tempo de 24 horas e realizada tanto para os canais extremos quanto para o canal central da faixa”.
Justificativa: A medida da máxima tolerância de freqüência deve ser feita com registro durante um intervalo de tempo de 24 horas. É conveniente que a medida seja realizada para os canais extremos e o canal central da faixa.
Anatel

Agência Nacional de Telecomunicações - ANATEL

Sistema de Acompanhamento de Consulta Pública - SACP

Relatório de Contribuições Recebidas

 Data:17/08/2022 22:23:53
 Total de Contribuições:11
 Página:11/11
CONSULTA PÚBLICA Nº 462
 Item:  I.3.3.1 Procedimento:
Procedimento: Conectar a saída do gerador de seqüência pseudo-aleatória à entrada de banda base do transmissor (EBB) e o detector de erro à saída de banda base do receptor (SBB). Colocar o transmissor em estado de espera e ajustar o atenuador para atenuação máxima. Desconectar o receptor da unidade em teste e conectar o medidor de potência ao ponto C (ou B quando o equipamento não incluir circuito de derivação). Ligar o transmissor e ajustar o atenuador para colocar a potência no limite superior da faixa de teste, correspondente a uma TEB igual a 10^-6. Aumentar o nível de atenuação até que o nível do sinal de entrada no receptor provoque uma taxa de erro igual ao limite especificado nesta norma. A faixa de nível de entrada do receptor é igual à diferença entre o limite superior do nível de entrada do receptor e o valor de nível de entrada que provoca a TEB igual a 10^-3.
Contribuição N°: 11
ID da Contribuição: 14500
Autor da Contribuição: BrTelecom
Entidade: --
Área de atuação: --
Data da Contribuição: 11/08/2003 20:04:26
Contribuição: Procedimento: Conectar a saída do gerador de seqüência pseudo-aleatória à entrada de banda base do transmissor (EBB) e o detector de erro à saída de banda base do receptor (SBB). Colocar o transmissor em estado de espera e ajustar o atenuador para atenuação máxima. Desconectar o receptor da unidade em teste e conectar o medidor de potência ao ponto C (ou B quando o equipamento não incluir circuito de derivação). Ligar o transmissor e ajustar o atenuador para colocar a potência no limite superior da faixa de teste, correspondente a uma TEB igual a da saturação. Aumentar o nível de atenuação até que o nível do sinal de entrada no receptor provoque uma taxa de erro igual ao limite especificado nesta norma. A faixa de nível de entrada do receptor é igual à diferença entre o limite superior do nível de entrada do receptor e o valor de nível de entrada que provoca a TEB igual a 10^-3.
Justificativa: O nível de saturação de um receptor é definido como o nível de recepção a partir do qual o seu incremento não implica em incremento na Relação Sinal-Ruído e, conseqüentemente, na diminuição da TEB. Assim, o valor de TEB igual a 10exp(-6) não qualifica como o valor equivalente ao nível de saturação pois incrementos no sinal recebido irão causar a sua diminuição até o valor de TEB residual. Portanto, para a medição de faixa dinâmica, que é a faixa utilizável para o nível de sinal recebido, deve ser usada a diferença entre o nível de sinal que provoca o limiar de 10exp(-3) e o maior nível de sinal tolerado pelo equipamento antes que inicie a degradar a TEB residual.

Página Atual: Word Excel PDF