Exportar:
Word Excel PDF
Lista de Itens
Anatel

Agência Nacional de Telecomunicações - ANATEL

Sistema de Acompanhamento de Consulta Pública - SACP

Relatório de Contribuições Recebidas

 Data:19/08/2022 10:42:53
 Total de Contribuições:24
 Página:1/24
CONSULTA PÚBLICA Nº 53
 Item:  2. Abrangência

Esta norma aplica-se a antenas para operação em sistemas ponto-área bidirecionais dos serviços fixo e móvel terrestres, para todas as faixas de frequências destinadas a esses serviços, conforme o “Plano de Atribuição, Destinação e Distribuição de Faixas de Frequências no Brasil”, emitido pela Anatel, com ganho acima ou igual a 8,5 (oito vírgula cinco) dBi para antenas omnidirecionais, e acima ou igual a 9,5 (nove vírgula cinco) dBi para as demais antenas.

Contribuição N°: 1
ID da Contribuição: 57764
Autor da Contribuição: eaf
Entidade: --
Área de atuação: --
Data da Contribuição: 25/10/2011 17:20:56
Contribuição: 1 - Deixar explicito na abrangência que as antenas setoriais e omnidirecionais que possuam ganhos inferiores aos listados acima, estão dispensadas de homologação junto à Agência Nacional de Telecomunicações. 2 - Incluir a faixa de frequencias de abrangencia da Norma.
Justificativa: 1 - Esta norma dispensa de homologação antenas de baixo ganho por não se justificar processo de homologação para estes dispositivos radiantes muito simples. E se não for acrescido o texto sugerido, no futuro poderá gerar duvidas quanto a aplicação e utilização destas antenas no Brasil. 2 - Evitar ambiguidade
Anatel

Agência Nacional de Telecomunicações - ANATEL

Sistema de Acompanhamento de Consulta Pública - SACP

Relatório de Contribuições Recebidas

 Data:19/08/2022 10:42:53
 Total de Contribuições:24
 Página:2/24
CONSULTA PÚBLICA Nº 53
 Item:  4. Definições (incisos de I a XVI)

Para os fins a que se destina esta norma, aplicam-se as seguintes definições:

 

I - Antena: Dispositivo para, em sistemas de telecomunicações, radiar ou captar ondas eletromagnéticas no meio circundante. Pode incluir qualquer circuito que a ela esteja incorporado, o qual atribua ou interfira em suas características radiantes;

II -   Antena Isotrópica: antena hipotética cuja intensidade de radiação é uniforme para todas as direções do espaço;

III -     Antena Omnidirecional: antena com diagrama de radiação horizontal essencialmente não diretivo e diagrama de radiação vertical diretivo;

IV -     Antena Direcional: É aquela que tem a propriedade de radiar ou captar ondas eletromagnéticas mais eficientemente em uma direção angular específica. Não tem necessariamente por objetivo e por característica cobrir uma determinada região angular dentro de níveis de radiação pré-estabelecidos;

V -   Antena Central (ou Nodal): Antena que equipa uma Estação Central (ou Nodal). Pode ser uma antena setorial, omnidirecional ou direcional;

VI -     Antena com Feixe de Varredura: Antena que tem a capacidade de sintetizar, em qualquer ângulo dentro de uma região delimitada do espaço, chamada setor ou região de varredura, um ou vários lóbulos principais simultâneos, sendo desta forma capaz de varrer continuamente o respectivo setor. A antena com feixe de varredura se caracteriza por apresentar seu lóbulo principal, ou lóbulos principais, com largura de feixe menor que o ângulo que determina a região angular do espaço que podem varrer, e podem apresentar níveis de intensidade de radiação similares entre si e constantes durante toda sua varredura;

VII -  Antena Multi-Beam: Antena que tem a capacidade de sintetizar, em ângulos específicos dentro de uma região delimitada do espaço, chamada setor ou região de varredura, um ou vários lóbulos principais simultâneos. A antena Multi-Beam se caracteriza por apresentar seu lóbulo principal, ou lóbulos principais, com largura de feixe menor que o ângulo que determina a região angular do espaço em que podem ocorrer, e tem a propriedade de poder apresentar entre si níveis similares de intensidade de radiação;

VIII -   Antena Setorial: antena com diagrama de radiação vertical diretivo e diagrama de radiação horizontal formatado de forma a cobrir uma determinada região angular dentro de níveis de radiação pré-estabelecidos;

IX -     Antena Terminal: Antena que equipa uma Estação Terminal. Pode ser uma antena omnidirecional ou direcional;

X- Classes de Desempenho: As envoltórias dos diagramas de radiação foram divididas em classes de desempenho. Estas são rotuladas em ordem crescente de acordo com o aumento do desempenho das antenas. Em alguns casos, existem duas envoltórias para a mesma classe visando atender a demanda por envoltórias mais rígidas, estas são identificadas por letras “a” e “b”. Além disso, as classes são identificadas com um prefixo “DN” para antenas Direcionais e “SS” para antenas Setoriais Single Beam, e “MB” para antenas setoriais Multi-Beam;

XI -     Diagrama de Radiação: diagrama representando a densidade de potência radiada pela antena, em um dado plano, a uma distância constante da antena, em função de um ângulo medido a partir de uma direção de referência, para uma dada polarização do campo elétrico. Os diagramas de radiação são descritos em função de sistema de coordenadas esféricas;

XII -  Diagrama de Radiação em Polarização Copolar: diagrama de radiação para polarização copolar do campo elétrico;

XIII -   Diagrama de Radiação em Polarização Cruzada: diagrama de radiação para polarização cruzada do campo elétrico;

XIV -   Eixo da Antena: direção de referência, de 0o, definida pelo fabricante, tomada como origem para medida de ângulos nos diagramas de radiação;

XV -  Envoltória do Diagrama de Radiação: curva em relação a qual o diagrama de radiação deverá ter valores menores ou iguais para qualquer ângulo de radiação;

XVI -   Envoltória do Diagrama de Radiação para Antena com Feixe de Varredura: curva de ganho versus direção angular para antenas com feixe de varredura eletrônica. É determinado pelo máximo valor de ganho que pode ocorrer nas várias direções do espaço, considerando-se qualquer posição do feixe principal dentro de sua excursão angular prevista em operação, conforme demonstrado na Figura 1.

 

Figura 1:  Envelope dos diagramas de radiação de antena de feixe de varredura.

Contribuição N°: 2
ID da Contribuição: 57765
Autor da Contribuição: eaf
Entidade: --
Área de atuação: --
Data da Contribuição: 25/10/2011 16:17:44
Contribuição: No inciso III, substituir o termo "diagrama de radiação horizontal" por "diagrama de radiação no plano horizontal" 1 - No inciso III, substituir o termo "diagrama de radiação vertical" por "diagrama de radiação no plano vertical" 2 - No inciso XII, onde se le "Diagrama de Radiação em Polarização Copolar:", sibstituir por "Diagrama de Radiação em Polarização Copolar (CoPol):" 3 - No inciso XIII, onde se le "Diagrama de Radiação em Polarização Cruzada", sibstituir por "Diagrama de Radiação em Polarização Cruzada (XPol)"
Justificativa: 1 e 2 - Apenas sugestão de texto mais rigoroso, embora o texto anterior também seja plenamente compreensível 3 - Introduzir a sigla para CoPol e XPol a serem referenciadas nas tabelas do item 5
Anatel

Agência Nacional de Telecomunicações - ANATEL

Sistema de Acompanhamento de Consulta Pública - SACP

Relatório de Contribuições Recebidas

 Data:19/08/2022 10:42:53
 Total de Contribuições:24
 Página:3/24
CONSULTA PÚBLICA Nº 53
 Item:  4. Definições (incisos de XVII a XXV)

XVII -  Estação Central (ou Nodal): Estação rádio fixa ou transportável que transmite e/ou recebe sinais para/de estações terminais, e que se situa no nó de um sistema de radiocomunicação utilizando uma topologia ponto-área;
XVIII -  Estação Repetidora: Estação rádio fixa ou transportável que transmite e recebe sinais para/de uma estação central (ou nodal) ou outra estação repetidora;
XIX -  Estação Terminal: Estação rádio fixa, transportável ou móvel que transmite e/ou recebe sinais para/de estação central, e que se situa na capilaridade de um sistema de radiocomunicação utilizando uma topologia ponto-área;
XX -  Faixa de Frequência: segmento contínuo do espectro de radiofrequências em que se mantêm válidas as características operacionais especificadas da antena;
XXI -  Família de Antenas Centrais Setoriais: Conjunto de modelos de antenas centrais setoriais, de um mesmo fabricante, com a mesma polarização, a mesma faixa de frequências, e com elementos constitutivos de mesma natureza. Além disso, as antenas devem apresentar largura de feixe no plano horizontal com variação inferior a ±10% (mais ou menos dez por cento) ao especificado na antena de menor ganho;
XXII -  Família de Antenas Centrais Omnidirecionais e Direcionais: Conjunto de modelos de antenas centrais omnidirecionais ou direcionais, de um mesmo fabricante, com a mesma polarização, a mesma faixa de frequências, e com elementos constitutivos de mesma natureza;
XXIII -  Família de Antenas Terminais: conjunto de modelos de antenas terminais, de um mesmo fabricante, com a mesma polarização, a mesma faixa de frequências, e com elementos constitutivos de mesma natureza;
XXIV -  Ganho: razão, para uma determinada frequência de operação, entre a intensidade de radiação em uma dada direção e a intensidade de radiação de uma antena isotrópica, para uma mesma potência incidente na entrada das duas antenas. Quando não especificado de outra forma, o ganho refere-se à direção do eixo da antena;
XXV -  Ganho Mínimo: menor valor do ganho na direção do eixo, dentro da faixa de frequências de operação da antena;

Figura 2 – Variação de ganho na faixa de operação da antena.

Contribuição N°: 3
ID da Contribuição: 57766
Autor da Contribuição: eaf
Entidade: --
Área de atuação: --
Data da Contribuição: 25/10/2011 15:25:00
Contribuição: Inciso XVII: Onde se lê "...que transmite e/ou recebe sinais para/de estações terminais...", substituir por "...que transmite e/ou recebe sinais para/de estações repetidoras ou terminais..." Inciso XIX: Onde se lê "...que transmite e/ou recebe sinais para/de estação central...", substituir por "...que transmite e/ou recebe sinais para/de estação central ou repetidora..."
Justificativa: Incisos XVII e XIX: contemplar a estação repetidora na topologia descrita no inciso XIX
Anatel

Agência Nacional de Telecomunicações - ANATEL

Sistema de Acompanhamento de Consulta Pública - SACP

Relatório de Contribuições Recebidas

 Data:19/08/2022 10:42:53
 Total de Contribuições:24
 Página:4/24
CONSULTA PÚBLICA Nº 53
 Item:  4. Definições (incisos de XXVIII a XXXIII)
XXVIII -  Polarização de uma Antena: polarização do campo elétrico que contém a maior parte da energia radiada, na direção do eixo da antena;
XXIX -  Polarização Copolar: para a direção do eixo, é a polarização idêntica à polarização da antena; para outras direções, é a polarização do campo elétrico recebido através da medida do diagrama de radiação, mantendo-se inalterada a polarização da antena transmissora durante a medida do diagrama;
XXX -  Polarização Cruzada: para antenas com polarização linear, é a polarização do campo elétrico ortogonal à polarização copolar; para antenas com polarização circular é a polarização circular com sentido de rotação oposto ao definido para a polarização copolar;
XXXI -  Produtos de Intermodulação Passiva: componentes espúrias de sinal, geradas por não linearidades da antena, com frequências diferentes daquelas de um conjunto de dois ou mais sinais senoidais aplicados à sua entrada;
XXXII -  Ventos de Sobrevivência: ventos cuja velocidade é a máxima que a antena pode suportar sem a ocorrência de deformações e outras avarias que alterem permanentemente as suas características elétricas;
XXXIII -  Ventos Operacionais: ventos cuja velocidade é a máxima que a antena pode suportar sem que o seu eixo sofra desvios angulares maiores que 15%.
Contribuição N°: 4
ID da Contribuição: 57767
Autor da Contribuição: eaf
Entidade: --
Área de atuação: --
Data da Contribuição: 25/10/2011 15:40:08
Contribuição: Inciso XXXIII: complementar no final do texto: "da largura de feixe no respectivo plano de desvio"
Justificativa: define o parâmetro a ser referenciado para o aplicação do valor de 15%
Anatel

Agência Nacional de Telecomunicações - ANATEL

Sistema de Acompanhamento de Consulta Pública - SACP

Relatório de Contribuições Recebidas

 Data:19/08/2022 10:42:53
 Total de Contribuições:24
 Página:5/24
CONSULTA PÚBLICA Nº 53
 Item:  5.3. Envoltórias dos Diagramas de Radiação

5.3.1. Nas tabelas que definem as envoltórias dos diagramas de radiação, adota-se a seguinte simbologia:

a)    f0:   frequência de operação da antena, em GHz;

b)   qh:   largura de feixe nominal do plano horizontal, em graus;

c)    qv:   largura de feixe nominal do plano vertical, em graus;

d)   a:    metade da largura de feixe nominal do respectivo plano (0,5qx), em graus, onde o subscrito x do ângulo qx diz respeito aos subscritos h (horizontal) e v (vertical);

e)    e:    ângulo de máxima potência, em graus;

f)    Co: plano de mesma polarização, ou copolar;

g)   X:   plano de polarização cruzada;

h)   DN:            Classes de Desempenho das Antenas Direcionais;

i)     SS:  Classes de Desempenho das Antenas Setoriais Single Beam;

j)     MB:            Classes de Desempenho das Antenas Setoriais Multi-Beam.

5.3.2. As antenas para uso em aplicações ponto-área bidirecionais a serem certificadas e homologadas deverão atender aos requisitos de envoltória para polarização copolar e para polarização cruzada. Deve constar no Relatório de Avaliação da Conformidade e no Certificado de Conformidade Técnica a classe de desempenho atendida pelas envoltórias dos diagramas de radiação da antena.

Contribuição N°: 5
ID da Contribuição: 57770
Autor da Contribuição: eaf
Entidade: --
Área de atuação: --
Data da Contribuição: 25/10/2011 16:23:34
Contribuição: 1 - Substituir "Co" e "X" por " CoPol" e "XPol" respectivamente, guardando consistência com as Definições do item 4
Justificativa: 1 - Guardar consistência com as Definições do item 4
Anatel

Agência Nacional de Telecomunicações - ANATEL

Sistema de Acompanhamento de Consulta Pública - SACP

Relatório de Contribuições Recebidas

 Data:19/08/2022 10:42:53
 Total de Contribuições:24
 Página:6/24
CONSULTA PÚBLICA Nº 53
 Item:  5.3. Envoltórias dos Diagramas de Radiação

5.3.1. Nas tabelas que definem as envoltórias dos diagramas de radiação, adota-se a seguinte simbologia:

a)    f0:   frequência de operação da antena, em GHz;

b)   qh:   largura de feixe nominal do plano horizontal, em graus;

c)    qv:   largura de feixe nominal do plano vertical, em graus;

d)   a:    metade da largura de feixe nominal do respectivo plano (0,5qx), em graus, onde o subscrito x do ângulo qx diz respeito aos subscritos h (horizontal) e v (vertical);

e)    e:    ângulo de máxima potência, em graus;

f)    Co: plano de mesma polarização, ou copolar;

g)   X:   plano de polarização cruzada;

h)   DN:            Classes de Desempenho das Antenas Direcionais;

i)     SS:  Classes de Desempenho das Antenas Setoriais Single Beam;

j)     MB:            Classes de Desempenho das Antenas Setoriais Multi-Beam.

5.3.2. As antenas para uso em aplicações ponto-área bidirecionais a serem certificadas e homologadas deverão atender aos requisitos de envoltória para polarização copolar e para polarização cruzada. Deve constar no Relatório de Avaliação da Conformidade e no Certificado de Conformidade Técnica a classe de desempenho atendida pelas envoltórias dos diagramas de radiação da antena.

Contribuição N°: 6
ID da Contribuição: 57779
Autor da Contribuição: ARSOLANDIM
Entidade: --
Área de atuação: --
Data da Contribuição: 26/10/2011 12:03:36
Contribuição: Inclusão de tabela suporte ao parágrafo 5.3, item h) DM: Classe de Desempenho das Antenas Direcionais” Sugestão de Tabela Suporte Classe de Desempenho das Antenas Direcionais DN1 8,5dBi até 12,5dBi DN2 > 12,5dBi até 16,5dBi DN3 > 16,5dBi até 20,5dBi DN4 > 20,5dBi
Justificativa: Definir objetivamente a “Classe de Desempenho das Antenas Direcionais” (DN)em função de seu Ganho Relativo (dBi)
Anatel

Agência Nacional de Telecomunicações - ANATEL

Sistema de Acompanhamento de Consulta Pública - SACP

Relatório de Contribuições Recebidas

 Data:19/08/2022 10:42:53
 Total de Contribuições:24
 Página:7/24
CONSULTA PÚBLICA Nº 53
 Item:  Tabelas de 1 a 5.

Tabela 1 - Envoltórias do diagrama de radiação horizontal para

antenas setoriais operando até 3 GHz.

Ponto

Direção

(graus)

 

Ganho Relativo ao Eixo (dB)

Linear

Circular

Co

X

Co

X

P0

0

0

-18

0

-10

P1

a + 5

0

 

0

 

P2

a + (57,5 - 5.f0)

 

 

 

-10

P3

a + (87,5 - 5.f0)

 

 

 

-15

P4

a + (105,5 - 7.f0)

-0,7.f0 - 14

 

-0,7.f0 - 14

 

P5

180

-18

-18

-18

-18

 

 

Tabela 2 - Envoltórias do diagrama de radiação horizontal para

antenas setoriais operando entre 3 e 11 GHz – Classe SS1.

SS1

Ganho Relativo ao Eixo (dB)

Ponto

Direção

(graus)

Linear

Circular

Co

X

Co

X

P0

0

0

-12

0

-10

P1

a + 5

0

-15

0

-10

P2

160

-20

-20

-20

-20

P3

180

-20

-20

-20

-20

 

Tabela 3 - Envoltórias do diagrama de radiação horizontal para

antenas setoriais operando entre 3 e 11 GHz – Classe SS2.

SS2

Ganho Relativo ao Eixo (dB)

Ponto

Direção

(graus)

Linear

Circular

Co

X

Co

X

P0

0

0

-20

0

-10

P1

a + 5

0

 

0

 

P2

a + (57,5 - 5f0)

 

-20

 

-10

P3

a + (87,5 - 5f0)

 

-25

 

-15

P4

a + (105 - 7f0)

-20

 

-20

 

P5

195 - 7 f0

-20

 

-20

 

P6

186 - 4,4 f0

-25

 

-25

 

P7

180

-25

-25

-25

-25

 

Tabela 4 - Envoltórias do diagrama de radiação horizontal para

antenas setoriais operando entre 3 e 11 GHz – Classe SS3.

SS3

Ganho Relativo ao Eixo (dB)

Ponto

Direção

(graus)

Linear

Circular

Co

X

Co

X

P0

0

0

-0,7.f0 -17,5

0

-12

P1

a + (20 - 1,4.f0)

0

-0,7.f0 -17,5

0

-12

P2

a + (75 - 4,3.f0)

-23

-1,4.f0 -20

-23

-20

P3

165 - 4,3.f0

-23

 

-23

 

P4

150

-1,4.f0 -20

 

-30

 

P5

180

-1,4.f0 -20

-1,4.f0 -20

-30

-30

 

Tabela 5 - Envoltórias do diagrama de radiação horizontal para

antenas setoriais operando entre 24 e 40,5 GHz – Classes SS1 a SS4.

Direção

(graus)

Ganho Relativo ao Eixo (dB)

SS1

SS2a

SS2b

SS3

SS4

Co

X

Co

X

Co

X

Co

X1

Co

X

0

0

-20

0

-20

0

-25

0

-25

0

-25

a

 

-20

 

-20

 

 

 

-25

 

-25

a + 5

0

 

0

 

0

-25

0

 

0

 

a + 15

 

-25

 

 

 

 

 

 

-20

-30

a + 30

 

 

 

 

 

 

-20

-30

 

 

2.a

 

 

-20

-25

-20

-30

 

 

 

 

2.a + 5

-10

 

 

 

 

 

 

 

 

 

105

 

 

 

 

 

 

 

-30

 

-30

110

 

 

 

 

 

 

-23

 

-23

 

135

-12

 

 

 

 

 

 

 

 

 

140

 

 

 

 

 

 

-35

-35

-35

-35

155

-15

 

 

 

 

 

 

 

 

 

180

-25

-25

-30

-30

-30

-30

-35

-35

-35

-35

Nota:

SS1 é aplicável para antenas com abertura (2.a) entre 15° e 130°. Para as demais classes as antenas devem ter aberturas entre 15° e 180°.

Contribuição N°: 7
ID da Contribuição: 57768
Autor da Contribuição: eaf
Entidade: --
Área de atuação: --
Data da Contribuição: 25/10/2011 16:40:27
Contribuição: 1 - A figura 4 aponta uma sequencia de pontos P e Q para Copol e XPol respectivamente; porem, as tabelas não indicam os pontos Q. Para sanar, sugiro indicar na primeira coluna de todas as tabelas o par P1;Q1 P2;Q2 e assim por diante... 2 - Nas tabelas, onde se lê "...diagrama de radiação horizontal..."; substituir por "...diagrama de radiação no plano horizontal..." 3 - Nas tabelas, onde se lê "...diagrama de radiação vertical..."; substituir por "...diagrama de radiação no plano vertical..." 4 - Em todas as tabelas de envoltórias, substituir "Co" e "X" por " CoPol" e "XPol" respectivamente, guardando consistência com as Definições do item 4
Justificativa: 1 - Dar consistência entre a legênda da Figura 4 com as Tabelas de envoltória. 2 e 3 - Sugestão de texto mais rigoroso 4 - Guardar consistência com as Definições do item 4
Anatel

Agência Nacional de Telecomunicações - ANATEL

Sistema de Acompanhamento de Consulta Pública - SACP

Relatório de Contribuições Recebidas

 Data:19/08/2022 10:42:53
 Total de Contribuições:24
 Página:8/24
CONSULTA PÚBLICA Nº 53
 Item:  Tabelas de 6 a 10.

Tabela 6 - Envoltórias do diagrama de radiação vertical para

antenas setoriais operando até 3 GHz.

Ponto

Direção

(graus)

 

Ganho Relativo ao Eixo (dB)

Linear e Circular

Co

X

P0

0

0

-18

P1

10

0

 

P2

a + (52 – 4,1.f0)

-0,5.f0 - 11

 

P3

180

-18

-18

 

 

Tabela 7 - Envoltórias do diagrama de radiação vertical para

antenas setoriais operando entre 3 e 11 GHz – Classes SS1, SS2 e SS3.

SS1 a SS3

Ganho Relativo ao Eixo (dB)

Ponto

Direção

(graus)

Linear

Circular

Co

X

Co

X

P1

0

0

Nota 2

0

Nota 2

P2

10

0

 

0

 

P3

25

-15

 

-15

 

P4

90

-19

 

-19

 

P5

180

Nota 1

Nota 1

Nota 3

Nota 3

Notas 1, 2 e 3:

Valores encontrados nas tabelas de diagrama horizontal para a respectiva classe.

 

 

Tabela 8 - Envoltórias do diagrama de radiação vertical para

antenas setoriais operando entre 24 e 40,5 GHz – Classes SS1 a SS4.

SS1 a SS4

Ganho Relativo ao Eixo (dB)

Direção

24 a 30 GHz

30 a 40,5 GHz

(graus)

Co

X

Co

X

0

0

Nota 2

0

Nota 2

6

0

 

0

 

10

 

 

-10

 

15

-15

 

 

 

90

-25

 

-20

 

180

Nota 1

Nota 1

Nota 1

Nota 1

Notas 1 e 2:

Valores encontrados nas tabelas de diagrama horizontal para a respectiva classe.

 


Tabela 9 - Envoltórias do diagrama de radiação vertical assimétrico para

antenas setoriais operando até 11 GHz – Classes SS1a, SS2a e SS3a

Ponto

Direção

(graus)

 

Ganho Relativo ao Eixo (dB)

Linear e Circular

Co

X

P0

-180

-18

-18

P1

-e - 30

-3

-3

P2

-e + 1,25.a

-3

-3

P3

-e - a

0

0

P4

-e - a

0

-18

P5

-e - a

0

-18

P6

-e - a

0

0

P7

-e + 2,5.a

-10

-10

P8

-e + 45

-10

-10

P9

-e + 45

-8

-8

P10

-e + 90

-8

-8

P11

180

-18

-18

 

Tabela 10 - Envoltórias do diagrama de radiação vertical assimétrico para

antenas setoriais operando entre 3 e 11 GHz – Classes SS1b, SS2b e SS3b

Ponto

Direção

(graus)

 

Ganho Relativo ao Eixo (dB)

Linear e Circular

Co

X

P0

-180

Nota 1

Nota 2

P1

-e - 90

-16

-16

P2

-e - 70

-9

-9

P3

-e - 30

-3

-3

P4

-e + 1,25.a

-3

-3

P5

-e - a

0

0

P6

-e - a

0

-20

P7

-e - a

0

-20

P8

-e - a

0

0

P9

-e + 2,5.a

-10

-10

P10

-e + 45

-10

-10

P11

-e + 45

-8

-8

P12

-e + 70

-8

-8

P13

-e + 90

-16

-16

P14

180

Nota 1

Nota 2

Notas 1 e 2:

Valores encontrados nas tabelas de diagrama horizontal para a respectiva classe.

Contribuição N°: 8
ID da Contribuição: 57769
Autor da Contribuição: eaf
Entidade: --
Área de atuação: --
Data da Contribuição: 25/10/2011 16:40:27
Contribuição: 1 - A figura 4 aponta uma sequencia de pontos P e Q para Copol e XPol respectivamente; porem, as tabelas não indicam os pontos Q. Para sanar, sugiro indicar na primeira coluna de todas as tabelas o par P1;Q1 P2;Q2 e assim por diante... 2 - Nas tabelas, onde se lê "...diagrama de radiação horizontal..."; substituir por "...diagrama de radiação no plano horizontal..." 3 - Nas tabelas, onde se lê "...diagrama de radiação vertical..."; substituir por "...diagrama de radiação no plano vertical..." 4 - Na tabela 7, as Notas 1 2 e 3, tem exatamente o mesmo sentido (e texto). Sugiro utilizar uma única referência de nota (por exemplo: "Nota 1") no corpo da tabela e no rodapé da tabela. 5 - A propósito, sugiro numerar sequencialmente as Notas das Tabelas, conforme sua sequencia de aparição...p.ex.: Nota 1, Nota 2, Nota 3, Nota 4 etc etc. Conforme sugerido na contribuição acima, quando a nota de uma mesma tabela se referenciar a um mesmo texto, esta deverá manter uma mesma numeração 6 - Em todas as tabelas de envoltórias, substituir "Co" e "X" por " CoPol" e "XPol" respectivamente, guardando consistência com as Definições do item 4
Justificativa: 4 e 5: acerto de formatação, e facilidade de compreensão do texto. 6 - Guardar consistência com as Definições do item 4
Anatel

Agência Nacional de Telecomunicações - ANATEL

Sistema de Acompanhamento de Consulta Pública - SACP

Relatório de Contribuições Recebidas

 Data:19/08/2022 10:42:53
 Total de Contribuições:24
 Página:9/24
CONSULTA PÚBLICA Nº 53
 Item:  Tabelas de 11 a 15.

Tabela 11 - Envoltória do diagrama de radiação horizontal, em polarização copolar,

para antenas setoriais “multi-beam” operando até 3 GHz.

Ponto

Direção

(graus)

Ganho Relativo ao Eixo (dB)

Co

X

P0

-180

-18

-18

P1

e -a - (105 - 7.f0)

-15

-15

P2

e - a - 5

0

 

P3

e + a + 5

0

 

P4

e + a + (105 - 7.f0)

-15

-15

P5

180

-18

-18

 

Tabela 12 - Envoltória do diagrama de radiação horizontal, em polarização copolar, para

antenas setoriais “multi-beam” operando entre 3 e 5,9 GHz – Classe MB1.

Ponto

Direção

(graus)

Ganho Relativo ao Eixo (dB)

P0

-180

-25

P1

-120

-20

P2

-90

-15

P3

e - 3.a

-15

P4

e - 1,5.a

0

P5

e + 1,5.a

0

P6

e + 3.a

-15

P7

90

-15

P8

120

-20

P9

180

-25

 

 Tabela 13 - Envoltória do diagrama de radiação horizontal, em polarização cruzada, para

antenas setoriais “multi-beam” operando de 3 a 5,9 GHz – Classe MB1.

Ponto

Direção

(graus)

Ganho Relativo ao Eixo (dB)

Q0

-180

-20

Q1

e - |a + 57,5 - 5.f0|

-20

Q2

e - |a + 57,5 - 5.f0|

-15

Q3

e + |a + 57,5 - 5.f0|

-15

Q4

e + |a + 57,5 - 5.f0|

-20

Q5

180

-20

 

Tabela 14 - Envoltória do diagrama de radiação horizontal, em polarização copolar,

para antenas setoriais “multi-beam” operando entre 3 e 5,9 GHz – Classe MB2.

Ponto

Direção

(graus)

Ganho Relativo ao Eixo (dB)

P0

-180

-35

P1

-135

-35

P2

-60

-20

P3

e - 6.a

-20

P4

e - 5.a

-17

P5

e - 3,3.a

-17

P6

e - 1,6.a

0

P7

e + 1,6.a

0

P8

e + 3,3.a

-17

P9

e + 5.a

-17

P10

e + 6.a

-20

P11

60

-20

P12

120

-35

P13

180

-35

 

Tabela 15 - Envoltória do diagrama de radiação horizontal, em polarização cruzada,

para antenas setoriais “multi-beam” operando entre 3 e 5,9 GHz – Classe MB2.

Ponto

Direção

(graus)

Ganho Relativo ao Eixo (dB)

Q0

-180

-20

Q1

e - |a + 75 - 4,3.f0|

-20

Q2

e - |a + 75 - 4,3.f0|

-15

Q3

e + |a + 20 - 1,4.f0|

-15

Q4

e + |a + 20 - 1,4.f0|

-20

Q5

180

-20

Contribuição N°: 9
ID da Contribuição: 57771
Autor da Contribuição: eaf
Entidade: --
Área de atuação: --
Data da Contribuição: 25/10/2011 16:40:27
Contribuição: 1 - A figura 4 aponta uma sequencia de pontos P e Q para Copol e XPol respectivamente; porem, as tabelas não indicam os pontos Q. Para sanar, sugiro indicar na primeira coluna de todas as tabelas o par P1;Q1 P2;Q2 e assim por diante... 2 - Nas tabelas, onde se lê "...diagrama de radiação horizontal..."; substituir por "...diagrama de radiação no plano horizontal..." 3 - Nas tabelas, onde se lê "...diagrama de radiação vertical..."; substituir por "...diagrama de radiação no plano vertical..." 4 - Em todas as tabelas de envoltórias, substituir "Co" e "X" por " CoPol" e "XPol" respectivamente, guardando consistência com as Definições do item 4
Justificativa: 1 - Dar consistência entre a legênda da Figura 4 com as Tabelas de envoltória. 2 e 3 - Sugestão de texto mais rigoroso 4 - Guardar consistência com as Definições do item 4
Anatel

Agência Nacional de Telecomunicações - ANATEL

Sistema de Acompanhamento de Consulta Pública - SACP

Relatório de Contribuições Recebidas

 Data:19/08/2022 10:42:53
 Total de Contribuições:24
 Página:10/24
CONSULTA PÚBLICA Nº 53
 Item:  Tabelas de 16 a 18.

Tabela 16 - Envoltórias do diagrama de radiação vertical para

antenas setoriais “multi-beam” operando até 3 GHz.

Ponto

Direção

(graus)

Ganho Relativo ao Eixo (dB)

Co

X

P0

0

0

-18

P1

10

0

 

P2

a + (52 – 4,1.f0)

-0,5.f0 - 11

 

P3

180

-18

-18

 

Tabela 17 - Envoltória do diagrama de radiação vertical para

antenas setoriais “multi-beam” operando entre 3 e 5,9 GHz – Classe MB1.

Ponto

Direção

(graus)

Ganho Relativo ao Eixo (dB)

Co

X

P1

0

0

-15

P2

10

0

 

P3

25

-15

 

P4

90

-19

 

P5

180

-25

-20

 

 

Tabela 18 - Envoltória do diagrama de radiação vertical para

 antenas setoriais “multi-beam” operando entre 3 e 5,9 GHz – Classe MB2.

Ponto

Direção

(graus)

Ganho Relativo ao Eixo (dB)

Co

X

P1

0

0

-15

P2

10

0

 

P3

25

-15

 

P4

90

-19

 

P5

180

-35

-20

Contribuição N°: 10
ID da Contribuição: 57772
Autor da Contribuição: eaf
Entidade: --
Área de atuação: --
Data da Contribuição: 25/10/2011 16:40:27
Contribuição: 1 - A figura 4 aponta uma sequencia de pontos P e Q para Copol e XPol respectivamente; porem, as tabelas não indicam os pontos Q. Para sanar, sugiro indicar na primeira coluna de todas as tabelas o par P1;Q1 P2;Q2 e assim por diante... 2 - Nas tabelas, onde se lê "...diagrama de radiação horizontal..."; substituir por "...diagrama de radiação no plano horizontal..." 3 - Nas tabelas, onde se lê "...diagrama de radiação vertical..."; substituir por "...diagrama de radiação no plano vertical..." 4 - Em todas as tabelas de envoltórias, substituir "Co" e "X" por " CoPol" e "XPol" respectivamente, guardando consistência com as Definições do item 4
Justificativa: 1 - Dar consistência entre a legênda da Figura 4 com as Tabelas de envoltória. 2 e 3 - Sugestão de texto mais rigoroso 4 - Guardar consistência com as Definições do item 4
Anatel

Agência Nacional de Telecomunicações - ANATEL

Sistema de Acompanhamento de Consulta Pública - SACP

Relatório de Contribuições Recebidas

 Data:19/08/2022 10:42:53
 Total de Contribuições:24
 Página:11/24
CONSULTA PÚBLICA Nº 53
 Item:  5.3.6. Antena Omnidirecional para Estações Centrais

5.3.6.1. O ganho de antenas omnidirecionais não deverá apresentar flutuações maiores que 3 dB no diagrama de radiação no plano horizontal medido.
5.3.6.2. A envoltória dos diagramas de radiação horizontal em polarização cruzada, para antenas omnidirecionais, é especificada com valor constante e igual ao ponto de direção 0° definido na respectiva tabela do plano vertical.
5.3.6.3. As envoltórias do diagrama de radiação vertical simétrico de antenas omnidirecionais são especificadas na Figura 5 e nas Tabelas 19 e 20.
5.3.6.4. As envoltórias do diagrama de radiação vertical assimétrico de antenas omnidirecionais são especificadas na Figura 6 e nas Tabelas 21 e 22 .

Figura 5 – Envoltórias do diagrama de radiação vertical para antenas omnidirecionais simétricas.

Contribuição N°: 11
ID da Contribuição: 57780
Autor da Contribuição: ARSOLANDIM
Entidade: --
Área de atuação: --
Data da Contribuição: 26/10/2011 10:04:00
Contribuição: não temos contribuição neste Item
Justificativa: não temos contribuição neste Item
Anatel

Agência Nacional de Telecomunicações - ANATEL

Sistema de Acompanhamento de Consulta Pública - SACP

Relatório de Contribuições Recebidas

 Data:19/08/2022 10:42:53
 Total de Contribuições:24
 Página:12/24
CONSULTA PÚBLICA Nº 53
 Item:  Tabelas de 19 a 22.

Tabela 19 - Envoltórias do diagrama simétrico vertical para

antenas omnidirecionais operando até 3 GHz.

Ponto

Direção

(graus)

Ganho Relativo ao Eixo (dB)

Co

X

P0

0

0

Nota 1

P1

a

0

Nota 1

P2

a

0

0

P3

a + (52 - 4,1f0)

-0,5.f0 - 11

-0,5.f0 - 11

P4

90

-0,5.f0 - 11

-0,5.f0 - 11

Nota 1:

A rejeição de polarização para antenas de polarização linear é de 18 dB e de 12 dB para polarização circular.

 

 

Tabela 20 - Envoltórias do diagrama simétrico vertical para

antenas omnidirecionais operando entre 3 e 11 GHz.

Ponto

Direção

(graus)

Ganho Relativo ao Eixo (dB)

Co

X

P0

0

0

Nota 1

P1

4

0

Nota 1

P2

4

0

0

P3

10

0

0

P4

25

-15

-15

P5

90

-0,5.f0-13,5

-0,5.f0-13,5

Nota 1:

A rejeição de polarização para antenas de polarização linear é de 18 dB e de 12 dB para polarização circular.

 

 

Tabela 21 - Envoltórias do diagrama assimétrico vertical para

antenas omnidirecionais operando até 11 GHz.

Ponto

Direção

(graus)

Ganho Relativo ao Eixo (dB)

Co

X

P0

-90

-3

-3

P1

-e - 1,25.a

-3

-3

P2

-e - a

0

0

P3

-e - a

0

Notas 1 e 2

P4

-e + a

0

Notas 1 e 2

P5

-e + a

0

0

P6

-e + 2,5.a

-10

-10

P7

-e + 45

-10

-10

P8

-e + 45

-8

-8

P9

90

-8

-8

Nota 1:

Para antenas com polarização linear operando até 3 GHz a rejeição de polarização é de 18 dB, e 20 dB para antenas operando de 3 a 11 GHz.

Nota 2:

Para antenas de polarização circular a rejeição de polarização é de 12 dB.

 

 

Tabela 22 - Envoltórias do diagrama assimétrico vertical para

antenas omnidirecionais operando entre 30 e 40,5 GHz.

Ponto

Direção
(graus)

Ganho Relativo ao Eixo (dB)

Co

X

P0

-90

-20

Nota 1

P1

-e - 20

-20

 

P2

-e - a

0

 

P3

-e + a

0

 

P4

-e + 30

-10

 

P5

90

-20

Nota 1

Nota 1:

 

A rejeição de polarização para antenas de polarização linear é de 20 dB e de 12 dB para polarização circular.

Contribuição N°: 12
ID da Contribuição: 57773
Autor da Contribuição: eaf
Entidade: --
Área de atuação: --
Data da Contribuição: 25/10/2011 16:40:27
Contribuição: 1 - A figura 4 aponta uma sequencia de pontos P e Q para Copol e XPol respectivamente; porem, as tabelas não indicam os pontos Q. Para sanar, sugiro indicar na primeira coluna de todas as tabelas o par P1;Q1 P2;Q2 e assim por diante... 2 - Nas tabelas, onde se lê "...diagrama de radiação horizontal..."; substituir por "...diagrama de radiação no plano horizontal..." 3 - Nas tabelas, onde se lê "...diagrama de radiação vertical..."; substituir por "...diagrama de radiação no plano vertical..." 4 - Em todas as tabelas de envoltórias, substituir "Co" e "X" por " CoPol" e "XPol" respectivamente, guardando consistência com as Definições do item 4 5 - Onde se le "A rejeição de polarização para antenas..." substituir por "A rejeição de polarização cruzada para antenas..."
Justificativa: 1 - Dar consistência entre a legênda da Figura 4 com as Tabelas de envoltória. 2, 3 e 5 - Sugestão de textos mais rigorosos 4 - Guardar consistência com as Definições do item 4
Anatel

Agência Nacional de Telecomunicações - ANATEL

Sistema de Acompanhamento de Consulta Pública - SACP

Relatório de Contribuições Recebidas

 Data:19/08/2022 10:42:53
 Total de Contribuições:24
 Página:13/24
CONSULTA PÚBLICA Nº 53
 Item:  Tabelas de 19 a 22.

Tabela 19 - Envoltórias do diagrama simétrico vertical para

antenas omnidirecionais operando até 3 GHz.

Ponto

Direção

(graus)

Ganho Relativo ao Eixo (dB)

Co

X

P0

0

0

Nota 1

P1

a

0

Nota 1

P2

a

0

0

P3

a + (52 - 4,1f0)

-0,5.f0 - 11

-0,5.f0 - 11

P4

90

-0,5.f0 - 11

-0,5.f0 - 11

Nota 1:

A rejeição de polarização para antenas de polarização linear é de 18 dB e de 12 dB para polarização circular.

 

 

Tabela 20 - Envoltórias do diagrama simétrico vertical para

antenas omnidirecionais operando entre 3 e 11 GHz.

Ponto

Direção

(graus)

Ganho Relativo ao Eixo (dB)

Co

X

P0

0

0

Nota 1

P1

4

0

Nota 1

P2

4

0

0

P3

10

0

0

P4

25

-15

-15

P5

90

-0,5.f0-13,5

-0,5.f0-13,5

Nota 1:

A rejeição de polarização para antenas de polarização linear é de 18 dB e de 12 dB para polarização circular.

 

 

Tabela 21 - Envoltórias do diagrama assimétrico vertical para

antenas omnidirecionais operando até 11 GHz.

Ponto

Direção

(graus)

Ganho Relativo ao Eixo (dB)

Co

X

P0

-90

-3

-3

P1

-e - 1,25.a

-3

-3

P2

-e - a

0

0

P3

-e - a

0

Notas 1 e 2

P4

-e + a

0

Notas 1 e 2

P5

-e + a

0

0

P6

-e + 2,5.a

-10

-10

P7

-e + 45

-10

-10

P8

-e + 45

-8

-8

P9

90

-8

-8

Nota 1:

Para antenas com polarização linear operando até 3 GHz a rejeição de polarização é de 18 dB, e 20 dB para antenas operando de 3 a 11 GHz.

Nota 2:

Para antenas de polarização circular a rejeição de polarização é de 12 dB.

 

 

Tabela 22 - Envoltórias do diagrama assimétrico vertical para

antenas omnidirecionais operando entre 30 e 40,5 GHz.

Ponto

Direção
(graus)

Ganho Relativo ao Eixo (dB)

Co

X

P0

-90

-20

Nota 1

P1

-e - 20

-20

 

P2

-e - a

0

 

P3

-e + a

0

 

P4

-e + 30

-10

 

P5

90

-20

Nota 1

Nota 1:

 

A rejeição de polarização para antenas de polarização linear é de 20 dB e de 12 dB para polarização circular.

Contribuição N°: 13
ID da Contribuição: 57781
Autor da Contribuição: ARSOLANDIM
Entidade: --
Área de atuação: --
Data da Contribuição: 26/10/2011 10:04:00
Contribuição: Alteração na redação da Tabela 19 conforme abaixo: De : “Envoltórias do diagrama simétrico para antenas omnidirecionais operando até 3GHz.” Para : “Envoltórias do diagrama simétrico para antenas omnidirecionais operando entre 1GHz e 3GHz.” Sugestão nr. 3 Alteração na redação da Tabela 21 conforme abaixo: De :”Envoltória do diagrama simétrico vertical para antenas omnidirecionais operando até 11GHz” Para :” Envoltória do diagrama simétrico vertical para antenas omnidirecionais operando entre 3GHz e 11GHz”
Justificativa: Alinhar a redação da “NORMA PARA CERTIFICAÇÃO E HOMOLOGAÇÃO DE ANTENAS PARA USO EM APLICAÇÕES PONTO-ÁREA BIDIRECIONAIS” com a redação da Norma ETSI EM 302 326-3 que serviu de referência (ver paragrafo 3. Referencias) à Norma objeto desta Consulta Pública de Nr 53 e também de forma a acomodar as exigências da referida Norma com os valores obtidos nos ensaios laboratoriais.
Anatel

Agência Nacional de Telecomunicações - ANATEL

Sistema de Acompanhamento de Consulta Pública - SACP

Relatório de Contribuições Recebidas

 Data:19/08/2022 10:42:53
 Total de Contribuições:24